Manaus, 3 de dezembro de 2021

Gastronomia

Foto: Abrasel-AM
Foto: Abrasel-AM Foto: Abrasel-AM

Destaque na gastronomia nacional, Figa 2021 recebeu cerca de 10,5 mil visitantes

Balanço é da Abrasel-AM, que realizou a feira em outubro, em Manaus.

Da redação

A quarta edição da Feira Internacional de Gastronomia Amazônica (Figa 2021) foi destaque na gastronomia nacional. Cerca de 10,5 mil visitantes passaram pelo evento, que teve entrada gratuita. O balanço é da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-AM), que realizou a feira nos dias 21, 22 e 23 de outubro, em Manaus. Realizado a cada dois anos, o evento deve voltar em 2023.

O evento ocorreu no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, situado na Avenida Constantino Nery. A Abrasel-AM montou 97 stands no local, e 49 empresas colocaram seus produtos em exposição.

Realizada em formato presencial, a edição reuniu chefs, jornalistas e profissionais da gastronomia das cinco regiões do Brasil, além de representantes internacionais e do público que prestigiou a feira.

A programação contou com mostras culinárias do mundo, comidas típicas da Amazônia, palestras, aulas de gastronomia, artesanato e feira de negócios.

À direita, de camisa branca, o presidente da Abrasel-AM, Fábio Cunha, na Figa 2021. Foto: Abrasel-AM

De acordo com a Abrasel-AM, o evento seguiu todos os protocolos sanitários de segurança contra a Covid-19 indicados pelo Governo do Estado. Em 2021, os visitantes tiveram que realizar o credenciamento para o acesso à feira.

O presidente da Abrasel-AM, Fábio Cunha, comemora a realização da edição. “Nós tivemos um comprometimento muito grande para realizar o evento. O nosso planejamento envolveu alguns membros do conselho que formaram a comissão organizadora. Nossos parceiros e apoiadores nos deram também mais força para classificar toda organização do evento”, ressaltou.

Aulas de gastronomia foram destaque no evento. Foto: Abrasel-AM

As participações

A Figa também contou com a participação de empresários de diversos segmentos de vendas e prestação de serviços da Alimentação Fora do Lar, chefs de cozinhas, estudantes de gastronomia, nutrição, administração e cursos afins, empreendedores interessados no ramo de alimentação, produtores rurais (agricultura e pescado), amantes da gastronomia.

O espaço foi dividido em três ambientes: o Salão do Comer, o Salão do Saber e a feira de negócios com 83 stands com produtos e equipamentos para o setor e uma praça com estabelecimentos segmentados por categorias, coordenados pelo Rota dos Chefs.

O espaço ‘Mercado Amazônico’, presente desde a primeira edição, contemplou a presença de municípios amazonenses, como Boa Vista do Ramos, Novo Airão, Iranduba, Manacapuru, Benjamin Constant e Manaus. No local, as cidades puderam expor suas manifestações culturais, folclóricas, gastronômicas, agronegócio e artesanato.

Chefs do Brasil e de outros países participaram do evento. Foto: Abrasel-AM

Também estiveram presentes os chefs Deocleciano Brito (AC); Solange Sussuarana (AP); Leonardo Modesto (PA), que participou do Mestre do Sabor; Edvaldo Caribé (PA), que lançou o livro ‘O Barbecue Brasileiro – Do Moquém ao Pit Smoker’; Diogo Sabião (RO), mais um participante do Mestre do Sabor.

Houve, ainda, a participação dos chefs internacionais Pedro Schiaffino, do Peru, que em 2019 recebeu o prêmio de ícone American Express dos melhores restaurantes da América Latina, e é proprietário dos restaurantes Malabar e Amáz, em Lima; e de Eduardo Martinez da Colômbia, sócio-fundador e chef executivo do restaurante Mini-Mal ‘Cozinha Contemporânea surpreendentemente colombiano’, localizado em Bogotá.

A programação contou, ainda, com as presenças dos chefs Isaías Soares (PR), que falou sobre pizza; Júlio Romário (PR), que abordou a coquetelaria internacional; Maria do Céu (AM), que falou sobre harmonização de peixe com vinho; Clarinda Ramos e João Paulo Barreto, do primeiro restaurante indígena do Amazonas, Biatüwi, que falaram sobre a alimentação indígena e os ‘deuses’.

Palestrantes também marcaram presença na Figa, como o chef Wanderson Medeiros (AL), um dos mais requisitados banqueteiros do Brasil; Carolina Oda (SP), especialista na área de bebidas para bares e restaurantes; Gil Guimarães (DF), que falou sobre a Vera Pizza Napoletana; e de Roraima, esteve Wilson de Sousa, do Açaí Gostoso, falando sobre superação e empreendedorismo.

A feira teve apresentação de cases de sucesso, com o empresário Franco Andrade, do restaurante Franco’s Pizza. Finalizando a rodada de palestras, houve o workshop sobre segurança alimentar com o especialista Gabriel Oliveira e a barista Letizia Barros, que falou sobre cafés especiais.

A visitante Ed Blair classificou a experiência como prazerosa. “A ideia do credenciamento foi muito importante para que os visitantes tivessem a segurança de ir prestigiar a feira. A organização dos stands estava impecável como todos os anos e fico muito feliz em saber que nossa cultura está sendo divulgada para o mundo”, disse.

A chef Solange Sussuarana, responsável por uma aula show, destacou que a Figa trouxe aprendizado. “Me surpreendeu pelo tamanho, muita coisa interessante nos stands dos municípios, onde podemos visitar e conhecer um pouco mais da cultura, pois para eu conhecer a cultura de um lugar é o que tem de mais valioso no Estado e isso a Figa nos oportunizou. Eu agradeço muito a Abrasel e a curadora Denise, por terem feito o convite e foi muito gratificante participar da feira e mostrar um pouco da cultura do Amapá”, afirmou.

Feira aconteceu no Vasco Vasques. Foto: Abrasel-AM

COMPARTILHE