Manaus, 7 de agosto de 2022

Editais

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Incubadora abre edital para projetos de inovação tecnológica e sustentável no AM

Edital oferece 10 vagas; inscrições abertas até 16 de outubro.

Com informações da assessoria

A Incubadora de Empresas e Startups da Universidade Nilton Lins BioTech da Amazônia (inBioTa) abriu edital para projetos de inovação tecnológica e sustentável. O processo seletivo é aberto ao público com um total de 10 vagas, cinco para cada semestre deste ano.

O edital e as inscrições já estão disponíveis no site da instituição (universidadeniltonlins.com.br) até o dia 16 de outubro de 2022.

Os projetos devem ser voltados principalmente para o desenvolvimento de negócios inovadores, de base tecnológica ou não, nas áreas de sustentabilidade, biotecnologia, indústria e química verde, meio ambiente e operações relacionadas com a Bioeconomia.

De acordo com o coordenador da inBioTa e professor da Nilton Lins, Carlos Filipe Guimarães, o tempo de incubação até que um novo negócio, ou startup, possa atingir a maturidade e tornar-se economicamente viável varia de acordo com o projeto.

“Nosso programa prevê desde consultorias, assessorias e capacitações até a interação com outras instituições parceiras e cessão de espaço físico para reuniões e trabalho, além de acesso a toda a estrutura da Universidade, como laboratórios de pesquisa, salas de treinamento, auditórios, recursos audiovisuais e salas de informática”, destacou Guimarães.

Incubadora BioTech da Amazônia. Foto: Divulgação

Critérios

A avaliação dos projetos será feita por uma comissão formada profissionais da instituição, e também externos, com diversas expertises e especialidade na área de startups e que irão avaliar critérios como perfil empreendedor, gestão, capital e mercado.

Os candidatos também deverão fazer uma apresentação oral de suas propostas.

Bio&Tic

Criada pela Nilton Lins em 2020, a inBioTa é um dos destaques do setor de startups e apoio a projetos de inovação tecnológica e sustentável no Estado.

Atualmente possui cinco empresas incubadas em sua estrutura, que desenvolvem projetos de biotecnologia, tecnologia social e também de alimentos com base em matéria-prima amazônica.

A Incubadora e as startups foram um dos destaques da ExpoAmazônia Bio&Tic, evento que ocorreu no Centro de Convenções Vasco Vasques.

“Estímulo à inovação, ao empreendedorismo universitário e pesquisas aplicadas voltadas à bioeconomia amazônica marcam o novo posicionamento da Nilton Lins no ecossistema de inovação do Amazonas”, afirmou Cleuciliz Santana, Pró-reitora de pesquisa e pós-graduação da Universidade.

COMPARTILHE