Manaus, 6 de julho de 2022

Coronavírus

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução Foto: Reprodução

Novo decreto restringe circulação 24h no AM; veja como ficam bares, restaurantes e outros serviços

'Não há lockdown', disse o governador Wilson Lima.

Por Stephane Simões

“Não há lockdown no Amazonas”, disse o governador Wilson Lima (PSC), ao anunciar, na tarde deste sábado (23/01), que estabelecerá um novo decreto, em todo Estado, adotando medidas mais rígidas para conter a proliferação da Covid-19. A circulação de pessoas nas ruas será ampliada e ficará restrita 24 horas por dia, com exceção para casos de urgência. Saiba como ficam os horários dos bares, restaurantes, supermercados e outros serviços.

As restrições ainda serão publicadas no Diário Oficial do Estado (DOE) e passarão a valer a partir da próxima segunda-feira (25/01), pelo período de sete dias.

“Isso não significa cessar o direito de ir e vir. O cidadão pode, sim, sair da sua casa. Mas, ele só pode sair se houver extrema necessidade, como ir ao supermercado, farmácia e caso de urgência. No caso, para ir ao supermercado, só pode ir uma pessoa por família”, disse.

A recomendação para aplicação de medidas extremas foi dada pela Procuradoria-Geral da República, que pediu que o Estado promova isolamento sanitário mais severo, se necessário, com aumento do período do toque de recolher em todo o Amazonas, até que haja estabilização ou diminuição da curva de contaminação da Covid-19.

Segundo o governador, uma reunião foi realizada neste sábado, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), e contou com a presença do comitê de prevenção estadual, além de representantes de supermercados, farmácias, indústrias, lojistas, órgãos de controle e defensorias.

Veja o resumo do decreto

O que pode funcionar

  • A circulação de pessoas nas ruas está restrita 24 horas por dia, podendo sair apenas uma pessoa por núcleo familiar, em caso de extrema necessidade, como a necessidade de compras de itens essenciais;
  • Os supermercados estarão abertos de 6h às 19h, limitados a produtos de alimentação, bebidas, limpeza e higiene pessoal;
  • Farmácias funcionarão 24 horas e com sistema de delivery;
  • Serviços de saúde, como clínicas, serviços de urgência e emergências, clínicas veterinárias, atendimento a domicílio e saúde mental estão liberados 24 horas;
  • Feiras e mercados estarão funcionando das 4h às 8h;
  • Bares, restaurantes e padarias poderão funcionar por meio de sistema de delivery, com horário ampliado, de 6h às 22h;
  • Obras de serviço de engenharia só poderão ser executadas se estiverem voltadas para área de saúde;
  • Produção e transporte de cargas estarão liberados apenas para produtos essenciais à vida, como alimentos, medicamentos e insumos, além dos transporte de trabalhadores que atuam na linha de frente da pandemia;
  • Indústrias funcionarão em turno de 12 horas, com exceção para as que atendem os setores de alimentação, farmácia e itens hospitalares.

Atividades suspensas

• Atividades não essenciais, incluindo lojas de conveniência de postos de combustíveis

• Delivery e drive-thru de comércio e serviços não essenciais

Circulação de pessoas

• Permitido deslocamento de uma pessoa do núcleo familiar para estabelecimentos do grupo de serviços essenciais;

• Permitida a circulação de trabalhadores de estabelecimentos considerados essenciais;

• Permitida circulação de pessoas para acesso a serviços de saúde de clínicas e laboratórios

• Permitido o deslocamento de agentes públicos que trabalham na área de saúde ou em ações de enfrentamento, e de profissionais de imprensa

COMPARTILHE