Manaus, 16 de julho de 2024

Turismo

Foto: Michael Dantas/SEC-AM
Foto: Michael Dantas/SEC-AM Foto: Michael Dantas/SEC-AM

Confira os dias e horários de visitação dos espaços culturais do Amazonas

A maioria fica em Manaus e oferece entrada gratuita.

Da redação

O Amazonas contam com diferentes espaços turísticos e culturais para visitação. A maioria fica em Manaus e oferece entrada gratuita. Alguns exigem agendamento. Confira os dias e horários desse locais e saiba como visitar.

Palácio Rio Negro, no Centro de Manaus. Foto: Michael Dantas/SEC-AM

COM AGENDAMENTO

Teatro Amazonas

O Teatro Amazonas recebe visita turística de terça-feira a sábado, das 9h às 17h. A entrada custa R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Amazonenses não pagam. É preciso fazer o agendamento é feito pelo link:

https://sistemas.cultura.am.gov.br/sigec/agendamentoEspacos/create.

Situado no Centro Histórico de Manaus, o Teatro Amazonas é o maior símbolo arquitetônico do Estado.

Na visitação, público é apresentado ao Salão Nobre do Teatro Amazonas; ao Salão de Espetáculos e o Salão Verde, que recebe o nome de ‘Sala de Exposição de Música e Dança’. Saiba mais aqui.

Palácio Rio Negro

O Palácio Rio Negro abre de terça a sábado, das 9h às 17h. A entrada é gratuita. É preciso fazer o agendamento no link:

https://sistemas.cultura.am.gov.br/sigec/agendamentoEspacos/create.

No Palácio Rio Negro, construído em estilo eclético, em 1903, o público vai conhecer os detalhes da residência particular do comerciante da borracha, o alemão Karl Waldemar Scholz. O local é um dos prédios mais emblemáticos desse período, que marcou a economia do estado. Saiba mais aqui.

Palácio da Justiça

O Centro Cultural Palácio da Justiça funciona para visitas turísticas de terça a sábado, das 9h às 17h. A entrada é gratuita. É preciso fazer o agendamento no link:

https://sistemas.cultura.am.gov.br/sigec/agendamentoEspacos/create.

O Palácio da Justiça é um dos principais exemplares da arquitetura clássica do período áureo da economia da borracha na Amazônia. O prédio centenário foi concluído no início do século XX, para abrigar o Poder Judiciário do Amazonas.

O local possui portões de ferro fundido importados de Glasgow, na Escócia, e calçada e escadarias em pedra de Liós, de Lisboa. O teto do hall é revestido em estuques com paredes em imitação de mármore. Saiba mais aqui.

Palacete Provincial

O Palacete Provincial, no Centro de Manaus, abre para visitação turística de terça a sábado, das 9h às 17h. O acesso é gratuito e o tempo de permanência em cada etapa é de dez minutos. É preciso fazer agendamento pelo link:

https://sistemas.cultura.am.gov.br/sigec/agendamentoEspacos/create.

O palacete forma um complexo gigante com a praça Heliodoro Balbi, que na fica na área externa e é aberta. No complexo cultural, o público pode conhecer a Pinacoteca do Estado e os museus de Numismática, Tiradentes, da Imagem e do Som e de Arqueologia. Saiba mais aqui.

Povos da Amazônia

O Centro Cultural dos Povos da Amazônia (CCPA) abre de quinta a domingo, das 9h às 15h. A entrada é gratuita. É preciso fazer o agendamento no link:

https://sistemas.cultura.am.gov.br/sigec/agendamentoEspacos/create.

SEM AGENDAMENTO

Casa das Artes

A Casa das Artes abre de terça a domingo, das 15h às 20h. Não é preciso agendar para visitar o espaço cultural.

Atualmente, a Casa das Artes abriga a administração do Centro Cultural Largo de São Sebastião. O espaço também recebe exposições temporárias.

Museu do Seringal

O Museu do Seringal abre de terça a sábado, das 9h às 15h. A entrada custa R$ 10, por pessoa.

O espaço reproduz o cenário de um seringal a partir da infraestrutura do filme ‘A Selva’, gravado em 2001.

O Museu do Seringal fica localizado na área do igarapé São João, no Tarumã-Mirim, com acesso somente por via fluvial. O ponto de partida é a Marina do Davi, na Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus. Saiba mais aqui.

Museu da Amazônia (Musa)

Museu da Amazônia (Musa), situado na Zona Norte de Manaus, funciona seis dias na semana, incluindo os fins de semana e feriados. O complexo só fecha às quartas-feiras para manutenção. A entrada sem guia custa R$ 30, e o ingresso com guia fica a R$ 50. Idosos, estudantes e moradores da capital pagam meia-entrada.

Não é preciso agendar para visitar o Musa. Os ingressos são adquiridos na bilheteria do espaço. Saiba mais aqui.

Parque Cidade da Criança

O Parque Cidade da Criança, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus, abre às sextas-feiras, aos sábados e domingos, das 9h às 12h e das 13h às 18h. A entrada e todos os atrativos do local são gratuitos.

A área interna do Parque Cidade da Criança conta com diversos ambientes para diversão em família: balanços, tirolesa, escadaria para fotos, Cineminha, Fazendinha, mini vila com casinhas, chafariz, entre outros espaços. Saiba mais aqui.

Ponta Negra de Manaus

A Ponta Negra, na Zona Oeste de Manaus, está aberta todos os dias da semana. No calçadão é possível passear a qualquer horário do dia e da noite. Porém, à noite, as luzes do calçadão ficam ligadas só até as 23h. Depois, desse horário, o espaço fica sem iluminação.

A praia abre todos os dias da semana para banho no Rio Negro, porém o local tem horário de uso. É das 6h às 18h, sendo que o banho no rio é somente até as 17h.

Em resumo:

  • Calçadão – tem as luzes ligadas todos os dias até 23h
  • Praia – é liberada para banho no rio todos os dias, das 6h às 17h. O passeio na areia é até 18h

Zoológico do Cigs

O Zoológico do Centro de Instrução de Guerra na Selva (Cigs), Zoológico de Manaus, funciona de terça a domingo, incluindo os feriados. O espaço fecha às segundas-feiras, para manutenção. A entrada integral custa R$ 20. Já a meia-entrada fica a R$ 10.

Não é preciso agendar para visitar. Os ingressos são adquiridos logo na entrada do zoo. Saiba mais aqui.

Parque Rio Negro

O Parque Rio Negro é um espaço de lazer situado na orla do São Raimundo, na Zona Oeste de Manaus. O local abre todos os dias da semana, das 6h às 22h. Com vista privilegiada para o Rio Negro, o parque oferece áreas para caminhadas, quiosques e outros espaços de de lazer. Também é ideal para fotos, especialmente no pôr do sol. Não é preciso agendar para entrar no local. Saiba mais aqui.

Parque Estadual Sumaúma

O Parque Estadual Sumaúma, na Zona Norte de Manaus, é uma opção para turismo ecológico na cidade. O espaço oferece trilhas, contemplação de esculturas gigantes, áreas para caminhadas e prática de atividades físicas, sessões de cinema, entre outras atrações. A visitação é gratuita e pode ser feita de segunda a sexta, das 8h às 17h. Não é preciso agendar. Saiba mais aqui.

Praça do Largo de São Sebastião

A praça do Largo de São Sebastião, no Centro Histórico de Manaus, fica aberta o tempo todo, todos os dias da semana. À noite, as luzes do Largo ficam ligadas todos os dias 18h às 6h.

O complexo do Largo abrange toda a área do entorno da Praça de São Sebastião, incluindo a Igreja de São Sebastião e o Teatro Amazonas, sendo que os espaços fechados têm seus próprios horários e protocolos de funcionamento. Saiba mais aqui.

PROTOCOLOS

Todos os espaços com ambientes fechados exigem apresentação de documento oficial com foto e o cartão de vacinação contra a Covid-19 atualizado. O uso de máscara é obrigatório em todos os locais, inclusive na Ponta Negra.

Os espaços com ambientes fechados também seguem as regras de lotação máxima.

COMPARTILHE

error: Este conteúdo está protegido!