Manaus, 28 de novembro de 2022

Teatro

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Espetáculos teatrais terão apresentações gratuitas em Manaus neste fim de semana

As apresentações dos espetáculos são gratuitas.

Da redação

Os espetáculos teatrais ‘Upiara e a Lenda da Água Doce’ e ‘Bumba Meu Boi, a Festa Vai Começar’ marcam a programação deste fim de semana em pontos de Manaus. O segundo conta a história da origem do Festival Folclórico de Parintins. As apresentações dos espetáculos são gratuitas.

Os espetáculos foram idealizados pela diretora e dramaturga Emille Nóbrega, com parceria da CIA Espatódea Trupe. Segundo a organização, as apresentações vão respeitar as medidas sanitárias contra a Covid-19.

‘Upiara e a Lenda da Água Doce’

‘Upiara e a Lenda da Água Doce’ conta a história da menina Upiara, interpretada por Aline Vasconcelos. Certo dia, a garotinha ganha de presente da mãe um livro que conta a história do surgimento do rio Amazonas.

Encantada com o que lê, a menina e seus amigos embarcam no fantástico universo da leitura e conhecem personagens lendários dos contos e lendas da floresta, onde vivem aventuras que adoram contar.

As apresentações do espetáculo acontecem neste sábado (5/12) e domingo (6/12).

Neste sábado, serão realizadas três sessões: às 16h, no Ramal do Bela Vista; às 17h30, na comunidade Coração de Mãe e, às 18h30, na Comunidade São Francisco.

No domingo, serão apresentadas duas sessões. A primeira será às 9h, no Parque das Tribos, e a segunda às 10h, no Galpão do Bem, no bairro Monte das Oliveiras.

Espetáculo ‘Bumba Meu Boi, a Festa Vai Começar’ terá apresentações neste domingo.Foto: Divulgação

‘Bumba Meu Boi, a Festa Vai Começar’

O espetáculo ‘Bumba Meu Boi, a Festa Vai Começar’ conta a história da origem de um dos maiores eventos culturais do Brasil, o Festival Folclórico de Parintins, do bumba-meu-boi nordestino e a lenda de Catirina, uma empregada grávida, interpretada por Geli Alves, que sente o desejo de comer língua de boi e convence o marido a abater o boi favorito da fazenda de seu patrão para satisfazer seu desejo.

Mas o que ela não esperava era que isso fosse gerar uma grande comoção na redondeza, promovendo uma série de rituais, na tentativa de ressuscitar o animal e devolver alegria à fazenda.

O espetáculo terá cinco sessões ao longo de domingo. Às 14h, o grupo encanta o público na Praça da Polícia, no Centro de Manaus, às 15h30; no Parque Rio Negro, às 17h; na Praça Dom Pedro; às 18h30, na Praça Alvorada, e o encerramento será às 20h, no CSU do Parque 10.

Contemplados na Aldir Blanc

Os dois espetáculos fazem parte do projeto ‘Circulação Manaus de Teatro’ e foram contemplados no Edital emergencial da Lei Aldir Blanc, Conexões Culturais de Teatro, promovido pela Manauscult. Para outras informações, 92 98441-2183 (Rayssa Coutinho) ou pelo Instagram @manausteatro.

COMPARTILHE