Manaus, 30 de janeiro de 2023

Música

Foto: Márcio Cruz
Foto: Márcio Cruz Foto: Márcio Cruz

Academia Amazonense de Música empossa 18 membros; conheça os novos imortais

Também foram reconhecidos membros honorários e beneméritos.

Da Redação

A Academia Amazonense de Música empossou 18 membros ‘imortais’ em cerimônia realizada em Manaus. Na solenidade, também foram reconhecidos 27 membros honorários e 8 membros beneméritos. Conheça os novos ‘imortais’.

A cerimônia aberta ao público ocorreu nesta sexta-feia (25/11), no Teatro Amazonas.

“A principal finalidade da academia é resguardar nossa história musical. Mas, nós também queremos que a academia se tranforme em uma escola de música, não somente localizada em Manaus, mas em todo Amazonas. E que a gente possa levar nossa música para todas as pessoas do Estado, inclusive para toda Região Norte”, destacou o presidente da Academia Amazonense de Música, Josenor Rocha.

Academia Amazonense de Música. Foto: Márcio Cruz

Membros Imortais

Membro imortal é um músico que vai ficar eternizado na cadeira que ocupa na Academia Amazonense de Música e cada cadeira possui um patrono, um músico que se tornou referência no Estado.

Os novos imortais ocupam as cadeiras a partir do número 26 até o 40. Dentre os artistas, há a cantora e pesquisadora amazonense Karine Aguiar, o diretor musical e compositor do Boi-bumbá Caprichoso Neil Armstrong e a docente titular da Faculdade de Artes da Universidade Federal do Amazonas, professora Dra. Rosemara Staub.

Também tomaram posse o maestro Bruno Nascimento, cadeira 5, e a cantora Márcia Siqueira, cadeira 17.

Cerimônia da Academia Amazonense de Música. Foto: Márcio Cruz

Membros Honorários

Já os membros honorários são os artistas que trabalham em prol da música. Os musicistas recebem o título como forma de homangem pelo trabalho desenvolvido.

Na última cerimônia, 27 membros honorários receberam homenagens por suas atuações . Dentre eles, a cantora amazonense Lucilene Castro e o compositor e artista plástico Rui Machado.

Membros beneméritos

Os membros beneméritos não precisam ser músicos e recebem homenagens pela sua contribuição em prol da academia, como ajuda financeira ou em forma de trabalho.

Dentre os 8 membros beneméritos, que foram homenageados na solenidade, participou o atual Secretário de Estado da Cultura e Economia Criativa Marcos Apolo Muniz e o secretário executivo Cândido Jeremias.

Academia Amazonense de Música. Foto: Márcio Cruz

Academia Amazonense de Música

A Academia Amazonense de Música foi fundada no ano de 2018 em Manaus. Atualmente, é presidida pelo barítono Josenor Rocha.

Com objetivo de pulverizar a atuação intelectual e política dos músicos do Amazonas em diversos segmentos da sociedade, é um órgão autônomo devidamente reconhecido pelo Estado, podendo exercer papeis decisivos na construção de políticas públicas afirmativas para o setor musical.

Além de fomentar ações que visem promover a produção musical amazonense em território nacional e internacional, a Academia Amazonense de Música também atua na realização de projetos de cunho educacional e humanitário.

Durante o período mais crítico da pandemia de Covid-19, por exemplo, a Academia foi responsável pela distribuição de mais de 10 mil cestas básicas, cadeiras de rodas, cadeiras de banho e cilindros de oxigênio.

Confira a lista com o nome dos novos ‘imortais’:

  • Bruno Bastos do Nascimento
  • Márcia Aquino de Siqueira
  • Luis Fernando Neves Malheiro
  • Adroaldo Cauduro
  • Neil Armstrong Queiroz Natividade
  • Humberto de Oliveria Amorim
  • Ênio Wanderley Prieto
  • Elena Dimitrova Koynova
  • Ketlen Nascimento Gomes
  • Roberto Sá Gomes
  • Rosemara Staub de Barros
  • Juremir Vieira Santos Filho
  • Jhonny Meuer Carvalho
  • César Costa Lima
  • Mirian Chaves de Oliveira
  • Assen Tzvetanov Anguelov
  • Miroslava Traykova Krastanova
  • Karine Aguiar de Sousa Saunier

Relação completa de Patronos e Membros Imortais da Academia Amazonense de Música:

COMPARTILHE

error: Este conteúdo está protegido!