Manaus, 13 de julho de 2024

Literatura

Foto: Weslen Simplício/IOA
Foto: Weslen Simplício/IOA Foto: Weslen Simplício/IOA

No Dia do Bibliotecário, Governo do AM homenageia profissionais e destaca acesso a acervo histórico

Acervo do Centro de Documentação e Memória pode ser consultado.

Com informações da assessoria

O Dia do Bibliotecário é comemorado em todo o Brasil nesta sexta-feira (12/3). Na data, o Governo do Estado divulgou uma homenagem aos profissionais que cuidam da informação pública do Amazonas e destacou que o acervo histórico do Centro de Documentação e Memória (CDM) está disponível para consulta. O acesso é feito por meio de agendamento.

Na Imprensa Oficial do Estado do Amazonas (IOA), os bibliotecários são os responsáveis por organizar, tratar e tornar acessível o acervo bibliográfico do CDM, que congrega desde os Diários Oficiais antigos (1893-1955) às edições atuais, passando por periódicos variados e obras bibliográficas raras.

Kerolay Batista é a bibliotecária da Imprensa Oficial do Amazonas. “Eu me sinto realizada por ter a oportunidade de exercer a minha função de bibliotecária e, futuramente, poder ver que meu esforço e contribuição promoverão o acesso à informação e conhecimento produzidos no Amazonas”, afirma.

O público pode fazer consulta e pesquisa dos acervos do CDM. Foto: Weslen Simplício/IOA

Conheça o CDM

O Centro de Documentação e Memória (CDM) da Imprensa Oficial do Amazonas é o setor responsável pela guarda, conservação e preservação dos acervos institucionais, composto pelos Diários Oficiais, além de material bibliográfico como enciclopédicos, coleções jurídicas e literários regional e nacional.

O público pode fazer consulta e pesquisa desses acervos, que contém informações desde títulos de terra antigos, normas de conduta de épocas passadas e atos oficiais da administração pública, como promoção e exoneração de servidores do Estado. O CDM também faz autenticação de cópias dos conteúdos publicados no DOE para fins comprobatórios.

A solicitação destes serviços pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, exceto feriados e pontos facultativos. Devido à pandemia do novo coronavírus, as solicitações devem ser feitas pelo e-mail [email protected] ou pelo telefone (92) 2101-7517.

Origem da data

Dia do Bibliotecário foi instituído pelo Decreto Federal nº 84.631, de 9 de abril de 1980. A data é comemorada no Brasil em 12 de março por ser o dia de nascimento do escritor e poeta brasileiro Manuel Bastos Tigre, o primeiro bibliotecário concursado do país.

Nascido em 1882, Manuel Tigre foi aprovado em primeiro lugar no concurso para bibliotecário do Museu Nacional do Rio de Janeiro. Trabalhou por dois anos na Biblioteca Nacional, assumindo, em seguida, a direção da Biblioteca Central da Universidade do Brasil. Lá, trabalhou junto ao reitor da instituição, mesmo depois da aposentadoria.

Tigre se formou primeiramente em Engenharia e, numa viagem aos Estados Unidos para se aperfeiçoar em eletricidade, conheceu o Sistema de Classificação Decimal. Depois disso, ele largou a engenharia e decidiu trabalhar unicamente com a biblioteconomia.

COMPARTILHE

error: Este conteúdo está protegido!