Manaus, 3 de dezembro de 2021

Literatura

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Livro conta história de ‘Santo Casamenteiro’, peça que ficou mais tempo em cartaz nos últimos 20 anos no AM

Livro é assinado pelo autor, ator e dramaturgo Gomes de Lima.

Da redação

Um livro está contando a história de ‘Santo Casamenteiro’, peça teatral que ficou mais tempo em cartaz nos últimos 20 anos no Amazonas. A obra é assinada pelo autor, ator e dramaturgo Gomes de Lima. O livro ‘Santo Casamenteiro – 20 anos de diversão’ foi lançado no dia 21 de agosto, data em que o autor completou 82 anos de idade.

A obra tem como objetivo oferecer informações sobre a produção teatral realizada no Amazonas e sobre as companhias de teatro do Estado. Também traz indicações sobre os agentes culturais e produtores desse segmento artístico.

Livro é assinado pelo autor, ator e dramaturgo Gomes de Lima. Foto: Divulgação

A intenção do livro é ampliar a memória artística sobre o teatro no Amazonas.

Conteúdo do livro

De acordo com informações divulgadas pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Amazonas (SEC-AM), a obra conta com registros fotográficos, depoimentos, criação dos personagens e muitas outras histórias contadas por Gomes de Lima.

Consagrada pelo público frequentador de teatro, a peça ‘Santo Casamenteiro’ aborda, por meio do teatro do absurdo, questões como solidão e crença, de uma forma cômica.

‘Santo Casamenteiro’ é a peça teatral que ficou mais tempo em cartaz nos últimos 20 anos no Amazonas. Foto: Divulgação

O projeto do livro foi contemplado pelo edital Prêmio Feliciano Lana, promovido pelo Governo do Amazonas por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. O prêmio recebeu recursos da Lei Aldir Blanc.

A SEC-AM informou que o livro está sendo distribuído gratuitamente para bibliotecas, escolas e universidades públicas. Entre as instituições que vão receber exemplares estão a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) a Biblioteca Municipal de Manaus.

História da peça teatral ‘Santo Casamenteiro’ ganha registro em livro. Foto: Divulgação

COMPARTILHE