Manaus, 28 de novembro de 2022

Geral

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução Foto: Reprodução

AM volta a restringir horários do comércio; governador descarta lockdown

Medidas vão vigorar entre 26 de dezembro e 10 de janeiro.

Por Eliena Monteiro

Comércios e estabelecimentos que não são essenciais vão voltar a funcionar apenas em formato drive-thru e delivery, no Amazonas. O anúncio de medidas restritivas foi feito nesta quarta-feira (23/12), pelo governador do Estado, Wilson Lima, em coletiva online. Ele descartou lockdown – o fechamento completo.

LEIA TAMBÉM:
Shoppings de Manaus funcionarão apenas por drive-thru e delivery durante 15 dias
Decreto de restrições do AM proibirá festas e confraternizações por 15 dias
Espaços públicos do AM ficarão fechados de 26 de dezembro a 10 de janeiro

As medidas vão vigorar entre os dias 26 de dezembro de 2020 e 10 de janeiro de 2021, em Manaus e nas demais cidades do Amazonas. Conforme o governador, os estabelecimentos não essenciais poderão funcionar até as 21h. “Nós precisamos de 15 dias para que a gente diminua a taxa de transmissão”, disse Wilson Lima, fazendo referência ao aumento de casos de Covid-19 no Estado.

Segundo o governador, nos últimos dias, o Estado constatou aumento de internações. “Sobretudo, na ocupação da rede pública de saúde”, destacou Wilson Lima.

Na live, o governador garantiu que não fechará o comércio por completo. “Nós não fizemos isso durante o pico da pandemia, que foi no final de abril e início de maio, e não será agora que vamos tomar uma decisão como essa”, afirmou.

Foto: Diego Peres/Secom

Confira os detalhes das restrições

O que fica restrito de 26/12 a 10 de janeiro

Bares, restaurantes, lanchonetes e lojas de conveniência fecham de 26/12 a 10/01. Comércios que não são essenciais funcionarão por drive-thru e delivery até as 21h.

Os shoppings devem funcionar também no sistema delivery e drive-thru

Eventos, casamentos e formaturas estão proibidos. Reuniões comemorativas estão suspensas.

Feiras e mercados vão abrir com horários que ainda serão estabelecidos. Os espaços públicos estarão fechados.

Serviços essenciais

Os estabelecimentos com serviços essenciais, como padarias, supermercados, farmácias, vendas de gás, água e hotéis continuam abertos. Restaurantes dos hotéis vão atender apenas os hóspedes.

Os serviços de transporte intermunicipais estão mantidos, mas será reforçado o trabalho de fiscalização, respeitando a quantidade máxima de ocupação dessas embarcações. As atividades da Indústria serão mantidas também.

COMPARTILHE