Manaus, 3 de dezembro de 2021

Festivais

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Conheça o Toada de Roda, grupo que pesquisa e interpreta toadas históricas

Músicos são envolvidos culturalmente com os bois Garantido e Caprichoso.

Da redação

Formado por músicos experientes, o Toada de Roda é um grupo pioneiro em pesquisar, divulgar e interpretar toadas históricas, as chamadas toadas antológicas ou de raiz dos bois-bumbás de Parintins, Garantido e Caprichoso. Conheça a banda e saiba quem participa da formação atual.

O Toada de Roda nasceu da necessidade de registrar e difundir a musicalidade da poesia parintinense, e cada membro do grupo carrega heranças culturais da cidade amazonense.

Grupo Toada de Roda. Foto: Divulgação

Todos os componentes são considerados parte integrante da turma de trincheira da Batucada e da Marujada, grupos rítmicos dos bois Garantido e Caprichoso, respectivamente.

Ouvir Toada de Roda reacende a memória afetiva, mesmo de quem não nasceu em Parintins. Nas interpretações do grupo, é possível sentir o ritmo, a poesia cantada e a essência da toada.

Grupo interpreta toadas antológicas. Foto: Divulgação

Formação atual

A formação do grupo é significativa, já que os componentes são músicos envolvidos culturalmente com os bois Garantido e Caprichoso.

Os profissionais que participam do Toada de Roda trazem, no DNA, a melodia de Parintins, dos mestres, e seguem na missão de cantar toadas de raiz, com elegância, galanteio e a delicadeza da saudade de quem respeita a tradição.

Da esquerda para direita: JP Galeto, Alceo Anselmo, Alder Oliveira, Rei Azevedo, Édson Azevedo, Moisés Colares, Helton John e Black Marialva. Foto: Divulgação

Confira a formação atual do grupo Toada de Roda:

Garantido

  • Alder Oliveira: é parintinense, cantor, multi-instrumentista, neto de um dos padrinhos do Boi da Baixa, o Boi Garantido. Em sua existência cultural, o Garantido teve cinco padrinhos, empresários locais que se tornavam patrocinadores da brincadeira de boi-bumbá. Vizinho do curral da baixa, quando menino, Alder Oliveira seguia a batucada pelas ruas de Parintins, também chamada de Ilha Tupinambarana. A paixão pela toadas vem de berço.
  • JP Galeto: é parintinense, multi-instrumentista. É filho do lendário Porrotó, um dos filhos e herdeiros da musicalidade do mestre Lindolfo Monteverde, criador do Boi Garantido. Galeto confecciona o seu próprio atabaque, transformando-o em um instrumento único, de som inconfundível.
  • Elton John: é parintinense, cantor. Dono de uma das vozes mais potentes do boi vermelho, no início dos 1990, era sempre chamado para fazer a introdução das toadas de ritual, na arena do Bumbódromo, em Parintins. Ao lado de Ivo Monteverde, segurava os ensaios do boi em Manaus. Exímio percussionista, confecciona parte dos instrumentos de percussão da Batucada do Garantido e tem uma memória seletiva para a história do boi e toadas antológicas.
  • Black Marialvo: é parintinense, cantor, multi-instrumentista. Na década de 1980, já cantava nos ensaios do Boi Garantido e na banda Garantido. Black fez parte do grupo de músicos que percebeu a necessidades de ensaios técnicos da Batucada e Marujada como preparação para o espetáculo de arena.

Caprichoso

  • Rei Azevedo: é parintinense, cantor multi-instrumentista. É filho de Mariozinho Azevedo, responsável pela confecção dos instrumentos que seriam usados na arena pela Marujada de Guerra, uma tradição mantida pela família Azevedo.
  • Édson Azevedo: é parintinense, multi-instrumentista. Professor de música na Escolinha do Caprichoso, é um exímio afinador de instrumentos.
  • Alceo Anselmo: é compositor, músico. Um de seus legados foi ter introduzindo o uso do teclado na arena, na década de 1990.
  • Moisés Colares: é multi-instrumentista, compositor, professor de charango. Entrou no Toada de Roda para substituir o músico Silvio Camaleão, um dos fundados do grupo.
Grupo Toada de Roda. Foto: Divulgação

COMPARTILHE