Manaus, 18 de julho de 2024

Carnaval

Foto: Ingrid Anne/Manauscult
Foto: Ingrid Anne/Manauscult Foto: Ingrid Anne/Manauscult

Conheça os sambas-enredo do Grupo Especial de Manaus para o Carnaval 2023

Oito escolas de samba vão sacudir o Sambódromo neste sábado.

Da Redação

As oito escolas de samba do Grupo Especial de Manaus desfilam neste sábado, 18 de fevereiro, para o Carnaval 2023. As agremiações levam para avenida de homenagens a personalidades a mensagens de preservação da natureza. Conheça os sambas-enredo.

Foto: Ingrid Anne/Manauscult

LEIA MAIS: Escolas de samba de Manaus realizam ensaios para o Carnaval 2023; confira dias e horários

Vila da Barra

A Vila da Barra leva para o Sambódromo os mistérios da cidade imaginária que viralizou nas redes sociais, com o samba-enredoRatanabá: O segredo milenar da Amazônia’. A escola de samba da Compensa vai mostrar o mundo de 450 milhões de anos passados e apresentar como seriam as riquezas da primeira capital do mundo.

Conheça a composição de Roney Cruz, Paulino Braga, Rodrigo Froes, Sandro Romero e Hudson Santana. O intérprete oficial é Carlos Endryl.

Primos da Ilha

A Primos da Ilha leva para a avenida a história de vida do fundador do Grupo TV Lar, o empresário, comendador e cônsul honorário de Portugal no estado, José dos Santos da Silva Azevedo, que faleceu em 2018. Com o enredo ‘D’Além mar, o Amazonas conquistou! José Azevedo, o legado do gajo sonhador’, a escola de samba do São Francisco lembra a trajetória do empresário que contribuiu com o desenvolvimento econômico da capital amazonense. 

Naian Nascimento, Serginho do Cavaco, Allan Bayma, Júlio Conserna, Carliomar Brandão, Felipe Magnani, Ketlen Mayara, Rubinho DúRibeiro e JotaÉrre são os compositores do samba-enredo. O intérprete é Mestre Kabeça.

Andanças de Ciganos

A Andanças de Ciganos leva para o Sambódromo um clamor por respeito à cultura popular, com o samba-enredoNão deixe o samba morrer, não deixe a cultura acabar, o povo cigano clama: ‘salve’ a cultura popular!’. A escola de samba da Cachoeirinha luta contra a intolerância e enaltece a contribuição dos povos tradicionais por meio de suas celebrações, rituais, danças e festas. De norte a sul, de leste a oeste, essas manifestações expressam a multiplicidade diversidade cultural do país.

A composição do samba-enredo é de: Marlon Oliveira, Moysés Oliveira, Jorge Ricardo, Jorge Renato, Sandro Markx, Carlos Endryl, Mariozinho Câmara, Yomar Junior, Leon Medeiros, Leandro Colares e Robertinho Araújo.. O intérprete oficial é Tuninho Júnior.

Reino Unido da Liberdade

A Reino Unido apresenta na avenida o enredo ‘Bate forte o tambor, Furiosa! Eu quero é Tic, tic, tac! A Reino Unido abre as cortinas para Zezinho Corrêa’ para homenagear o artista amazonense Zezinho Corrêa. A escola de samba do Morro da Liberdade vai destacar momentos que marcaram a trajetória de Zezinho, como o auge da carreira como o vocalista do grupo Carrapicho.

Zezinho Corrêa faleceu em 2021 e deixou um legado de sucessos, entre os quais, “Tic, tic, tac”, que exalta a cultura regional e ganhou destaque internacional. 

Conheça samba-enredo que tem como compositores Marquinhos Negritude, Herlon A Fera do Banjo, Wanderley Freitas, Ney Butika, Hudson Praia, Betão do Japiim e Dom Hemerson. O intérprete é Nego Léo.

Mocidade Independente de Aparecida

A Mocidade Independente de Aparecida leva para a avenida uma mensagem de preservação à natureza com o samba-enredoA Essência… A Seiva… A Fonte… Vitae’. A escola de samba do Bairro Aparecida é a atual campeã do Carnaval de Manaus e busca o bicampeonato.

Conheça a composição dos poetas soberanos: Naian Nascimento, Myngal, Carliomar Brandão, Serginho do Cavaco, Luciano Canavarro, Paulo Medeiros, Wilsinho d’Cima, Sandro Romero e Allan Bayma. O interprete oficial é Wilsinho D’Cima.

A Grande Família

A Grande Família leva para a avenida o enredo ‘Eirunepé: O Cordel Amazônico’, que narra a saga dos nordestinos brasileiros fugindo da seca, navegando pelos rios na busca de melhoria de vida nos seringais da Amazônia. A escola de samba do São José, da Zona Leste, destaca o Seringal ‘Eiru’, que deu origem à cidade de Eirunepé, no rio Juruá, no Amazonas. 

O Sambódromo de Manaus será palco do cordel de amor do sertanejo pela índia kulinaã, do trabalho árduo dos seringueiros e da perseverança de um povo que não desiste de lutar.

O samba-enredo foi composto por Marlon Oliveira, Gueivy Garcia, Alan Vasconcelos, Marquinhos Dutam, Gleyson Garcia e Pelado Jr. A interpretação é de Caçula Show e Moisés Oliveira.

Unidos do Alvorada

O Unidos do Alvorada apresentará na avenida o enredo ‘Obu Manaó – O alvorecer da cura, sob as bênçãos do céu. Anauê, Samel!’. A nação ’azul e branca’ vai fazer uma homenagem ao fundador do Grupo Samel, Luiz Fernando Nicolau, que faleceu aos 74 anos, em 2020. O enredo traz a saga do médico nascido na cidade de Paraíba do Sul, no Rio de Janeiro, que construiu história em Manaus, se dedicando à carreira política, trabalhos humanitários e ao conhecimento científico da medicina. 

Os compositores do samba-enredo da Unidos do Alvorada são: Marlon Oliveira, Carlos Endryl, Mariozinho, Rinaldo Batata, Jaderson Andrade, Clenio Franciné, Tonhão Sá, Xande de Pilares, Ivo Meireles.O intérprete oficial é Francisco Ribeiro (Chicão).

Vitória Régia

A Vitória Régia traz o enredo ‘A nossa especialidade é ser especial, por um mundo mais acessível e humano’ para fazer um convite à reflexão sobre o desenvolvimento de políticas públicas que possam garantir, fortalecer e promover os direitos dos Pessoas com Deficiência (PCDs). Com o samba-enredo, a escola de sambaverde e rosa’, da Praça 14, vai contar, cantar e decantar a história da população que possui algum tipo de deficiência física, mental, intelectual ou sensorial.

O intérprete oficial é Prince da 14.

CONFIRA A ORDEM DE APRESENTAÇÃO E HORÁRIOS:

  • Vila da Barra – 20h
  • Primos da Ilha – 21h20
  • Andanças de Ciganos – 22h40
  • Reino Unido da Liberdade – 0h
  • Aparecida – 1h20
  • A Grande Família – 2h40
  • Unidos do Alvorada – 4h
  • Vitória Régia – 5h20

COMPARTILHE

error: Este conteúdo está protegido!