Manaus, 3 de dezembro de 2021

Amazônia

Foto: Dirce Quintino/FAS
Foto: Dirce Quintino/FAS Foto: Dirce Quintino/FAS

Prêmio distribui R$ 30 mil a projetos inovadores para cadeia produtiva do açaí na Amazônia

Quatro iniciativas serão agraciadas. Inscrições ocorrem até 29 de agosto.

Com informações da assessoria

O Prêmio Elos da Amazônia 2021 – Edição Açaí está com inscrições abertas para sua primeira edição. O evento nacional será realizado de forma virtual e contará com uma premiação total de R$ 30 mil, distribuída para tecnologias inovadoras que se proponham a solucionar desafios enfrentados pelas cadeias produtivas da Amazônia.

Quatro iniciativas serão agraciadas com prêmios em dinheiro, sendo que a primeira ganhará R$ 12. Os interessados têm até o dia 29 deste mês agosto para apresentarem as propostas.

O prêmio é realizado pelo Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam), Programa Prioritário de Bioeconomia (PPBio) e Impact Hub Manaus, com o apoio da rede Uma Concertação pela Amazônia. A iniciativa irá reconhecer e dar visibilidade a tecnologias voltadas à cadeia produtiva do açaí.

O fruto, apesar de amplamente conhecido e comercializado no Brasil e no exterior, ainda precisa de soluções relacionadas ao uso de tecnologia para a colheita e conservação do fruto, criação de novos produtos provenientes do açaí, melhoria da relação do produtor com o mercado, entre outras.

“Esse prêmio busca conectar o setor de produção das cadeias produtivas amazônicas com pesquisadores e empreendedores que estão gerando soluções para a promoção dessas cadeias”, afirma o diretor técnico do Idesam e coordenador do PPBio, Carlos Gabriel Koury

Como critérios de seleção estão iniciativas que sejam economicamente viáveis, ambientalmente equilibradas e socialmente inclusivas. De modelos teóricos a protótipos de tecnologias já criados ou em fase de validação de mercado.

Premiação

Os participantes podem ser pessoas físicas ou jurídicas que atendam aos critérios estabelecidos pela premiação.

O primeiro lugar receberá a premiação de R$ 12 mil. O prêmio seguirá com investimento de R$ 9 mil, R$ 6 mil e R$ 3 mil, para os segundo, terceiro e quarto colocados, respectivamente.

As informações como inscrição, edital, programação e premiação podem ser conferidas no site do evento www.elosdaamazonia.org.br

A premiação será realizada em setembro.

Sobre o PPBio

Desde 2018 o Idesam atua na coordenação do Programa Prioritário de Bioeconomia (PPBio), captando iniciativas que obedeçam aos requisitos do Comitê das atividades de Pesquisa e Desenvolvimento na Amazônia (Capda). Cabe ao Idesam receber e avaliar propostas de todas as Instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) habilitadas pela na Suframa para receber recursos que irão apoiar projetos relevantes para a sociedade.

Além disso, o PPBio consiste na busca por soluções para a exploração econômica sustentável da biodiversidade, a partir do fomento à ciência, tecnologia e inovação para o desenvolvimento da Amazônia.

Para as empresas de Informática do Polo Industrial (PIM), também é uma alternativa descomplicada de investimento da contrapartida dos incentivos fiscais para o desenvolvimento regional, sem risco de glosa ou multas.

COMPARTILHE