Manaus, 7 de outubro de 2022

Amazônia

Foto: Divulgação/PM-AM
Foto: Divulgação/PM-AM Foto: Divulgação/PM-AM

Filhote de peixe-boi resgatado em Oriximiná é transferido para o Inpa

O mamífero tem aproximadamente 15 dias de vida.

Da redação

Um filho de peixe-boi resgatado na cidade de Oriximiná, no Pará, foi transferido para o Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (Inpa), em Manaus, no Amazonas. O mamífero tem aproximadamente 15 dias de vida, mede pouco mais de 1 metro de comprimento e tem 14 quilos.

De acordo com a Polícia Militar do Amazonas (PM-AM), o animal foi encontrado por moradores de uma vila num distrito de Oriximiná. Os comunitários entregaram o filhote à Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Mineração do município paraense. Depois, ele foi transferido para Manaus.

PMs transportaram filhote do Porto de Manaus ao Inpa. Foto: Divulgação/PM-AM

Na manhã desta quarta-feira (10/2), policiais militares do Comando de Policiamento Ambiental (CPAmb) e do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPAmb) estiveram no Porto de Manaus para fazer o transporte do peixe-boi até o Inpa, que fica na Zona Centro-Sul da capital amazonense.

De acordo com os PMs envolvidos na ação, a equipe ‘Boina Verde’ entregou o filhote aos cuidados de profissionais do Inpa. O instituto é referência na reabilitação e reintrodução de peixes-boi na Amazônia.

Filhote tem aproximadamente 15 dias de vida. Foto: Divulgação/PM-AM

“O BPAmb orienta a população que criar, guardar, apanhar, transportar, capturar ou caçar animais silvestres sem autorização do órgão competente, configura Crime Ambiental, sujeitando seu(s) autor(es) às penalidades previstas na lei”, destacou a PM-AM.

Denúncias sobre crimes ambientais podem ser feitas diretamente ao BPAmb pelos números (92) 98842-1547 e 98842-1553, ou diretamente no endereço da unidade, localizada na Avenida Santos Dumont, s/nº, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

Inpa é referência na reabilitação e reintrodução de peixes-boi na Amazônia. Foto: Divulgação/PM-AM

COMPARTILHE