Manaus, 1 de dezembro de 2022

Amazônia

Caverna Serra das Andorinhas, no PA, possui sítio de conservação de morcegos Caverna Serra das Andorinhas, no PA, possui sítio de conservação de morcegos

Caverna Serra das Andorinhas, no PA, possui sítio de conservação de morcegos

Caverna possui reconhecimento internacional.

Da Redação

O Parque Estadual da Serra dos Martítrios-Andorinhas (Pesam) e a Área de Proteção Ambiental (APA) Araguaia, no Pará, possuem um rico Patrimônio Espeleológico, com mais de 475 cavernas. Um dos destaques do complexo é Serra das Andorinhas, que possui um sítio de conservação de morcegos.

Com 1.100 metros de desenvolvimento, a serra é reconhecida internacionalmente como Sítio de Importância para Conservação dos Morcegos (Sicom), pela Rede Latinoamericana e do Caribe para Conservação (Relcom) da espécie.

Segundo o gerente da Região Administrativa do Araguaia, Doulas Costa, após cinco campanhas pesquisando os morcegos da caverna, foram apresentadas quatro espécies ameaçadas no Brasil, ou seja, quase 60% das espécies de morcegos presentes na lista nacional de espécies ameaçadas de extinção. Foram apresentadas também outras 12 espécies de morcegos, incluindo três do gênero Pteronotus, que se concentra em cerca de 15 mil indivíduos.

Na caverna, foram encontradas quatro espécies de morcegos ameaçadas de extinção. Foto: Divulgação

Além dos morcegos, foram estudados os invertebrados e demais vertebrados da caverna, bem como as características físicas como gênese, espeleotemas e seu mapa foi refeito, delimitando uma área para ser utilizada para prática do espeleoturismo.

O reconhecimento pela Relcom foi feito após os estudos realizados na caverna, por meio do projeto CaveGIS, realizado pelo curso de geografia da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA), sob a coordenação do biólogo Maricélio Medeiros Guimarães.

COMPARTILHE