Manaus, 7 de outubro de 2022

Turismo

Foto: Manauscult/Divulgação
Foto: Manauscult/Divulgação Foto: Manauscult/Divulgação

Manaus receberá 17 cruzeiros na temporada 2022/2023

Temporada começa em outubro de 2022 e encerra em abril de 2023.

Com informações da assessoria

Manaus vai receber 17 cruzeiros na temporada 2022/2023. Em preparação ao receptivo, a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) alinhou o plano de ação com os órgãos que compõem a matriz de responsabilidade do planejamento, operadores marítimos e agências do pólo receptor. O encontro aconteceu na terça-feira (23/8).

A capital amazonense é a cidade brasileira que mais recebe navios internacionais e, nesta temporada, seguindo os requisitos sanitários dispostos em ato específico da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), receberá 17 cruzeiros, em um fluxo com mais de 15 mil turistas estrangeiros, começando em outubro de 2022 e encerrando em abril de 2023.

Navio Cruzeiro no Porto de Manaus. Foto: Manauscult/Divulgação

A vice-presidente da Manauscult, Oreni Braga, explica que a expectativa é que nesta temporada seja injetado cerca de R$ 30 milhões em seis meses.

“Manaus é a cidade mais buscada para a temporada de navios, e isso traz para a nossa cidade uma injeção de recursos, arrecadação de tributos e, também, a empregabilidade e a ocupação das pessoas, que é o que mais necessitamos”, avaliou.

Atualmente, a Prefeitura de Manaus vem requalificando o quadrilátero turístico do centro histórico e a mão de obra dos agentes de turismo. “A temporada de cruzeiros já aponta para nós que Manaus começa a ser reconhecida como o destino turístico nacional e internacional”, finalizou.

Antes mesmo de começar a temporada deste ano, já está confirmada a temporada 2023/2024 com 24 navios.

Reunião da Manauscult. Foto: Oliveira Junior/Manauscult

Matriz de responsabilidade

A partir de novembro, dez companhias marítimas terão seus navios realizando cruzeiros pela América do Sul. Nesta temporada, 2022/2023, 26 cruzeiros navegam no Brasil, dos quais, 17 atracarão em Manaus.

São dois tipos de itinerários: os navios com embarque e desembarque em portos nacionais; e os navios em trânsito, ou seja, com embarque ou desembarque em outros países, mas que visitam destinos brasileiros.

E para que os mais de 15 mil estrangeiros vivam uma experiência positiva, a Manauscult está trabalhando em parceria com o Porto de Manaus, Capitania dos Portos, Receita Federal, Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Casa Militar de Manaus, Polícia Turística do Amazonas (Politur), Polícia Civil do Estado do Amazonas, Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amazonas (CBMAM), Vigilância Sanitária Municipal (Visa Manaus), Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc), Instituto Municipal de Mobilidade Urbana (IMMU), Secretaria Municipal da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) e Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom), para proporcionar um receptivo seguro e agradável.

Reunião da Manauscult. Foto: Oliveira Junior/Manauscult

Pontos como infraestrutura portuária; Protocolos Sanitários para Navios de Cruzeiros; Segurança dos Turistas (via terrestre e fluvial); Boas Práticas de Biossegurança na retomada das atividades turísticas; Iluminação e limpeza foram alguns dos tópicos apresentados aos integrantes da matriz de responsabilidade que estiveram presentes na apresentação do planejamento para o receptivo dos mais de 15 mil turistas estrangeiros.

Nesta temporada, a oferta é bem maior que na última, quando a programação foi interrompida em decorrência da pandemia e, consequentemente, o fechamento de muitas fronteiras internacionais. Além disso, vários roteiros de volta ao mundo visitarão Manaus, bem como algumas viagens transatlânticas para Europa e América do Norte.

Principais cruzeiros da temporada 2022/2023

O Costa Luminosa terá três cruzeiros de travessia no Brasil, os grand cruise, sendo o terceiro, com 15 dias de duração, acontecendo entre março e abril de 2023. O embarque é no porto do Rio de Janeiro (RJ) e o cruzeiro sobe pela costa do Nordeste, parando em Ilhéus (BA), Salvador (BA), Recife (PE) e Belém (PA). Depois navega no rio Amazonas, passando por Macapá (AP) e Santarém (PA), antes do desembarque em Manaus.

A Oceania Cruises terá três navios com cruzeiros no Brasil na temporada 2022/2023. Com embarques em Miami e também no Rio de Janeiro, o navio Marina terá cinco roteiros passando pela costa brasileira, entre dezembro de 2022 e fevereiro de 2023. Os roteiros com embarque em Miami percorrerão o rio Amazonas com paradas em locais como Santarém, Parintins (AM) e Manaus, entre outras localidades.

Em novembro deste ano, o Insignia, da Oceania Cruises, fará uma navegação de oito dias pelo rio Amazonas, trecho brasileiro de um cruzeiro de longa duração que também percorre diversas ilhas caribenhas. Com embarque e desembarque em Miami, o roteiro de 25 noites incluirá visitas a Santarém, Manaus, Parintins e Alter do Chão (PA).

O navio Sirena terá um roteiro similar ao do Insignia, entretanto, será realizado em novembro de 2023 e terá 24 dias de duração. O embarque e desembarque será no porto de Miami e durante o itinerário, o cruzeiro navegará oito dias pelo rio Amazonas, visitando Santarém, Boca do Valéria (PA), Manaus, Parintins e Alter do Chão. No percurso de ida e volta, também passará pelas ilhas do Caribe.

Em março de 2023, o Voyager, da Regent Seven Seas, iniciará outro roteiro de dez noites saindo de Buenos Aires e com desembarque no Rio de Janeiro. Da capital fluminense, o navio partirá em um cruzeiro de 21 noites em direção a Miami. No percurso realiza paradas em Maceió (AL) e Recife, e navega pelo rio Amazonas visitando Alter do Chão, Manaus, Parintins e Santarém, antes de voltar ao Atlântico.

O Navigator, também da Regent Seven Seas, oferece dois roteiros pela Amazônia. O primeiro começa em novembro de 2022, com 25 dias de duração. E o segundo em abril de 2023, com 24 dias. Ambos terão embarque e desembarque em Miami, cruzando por ilhas do Caribe até o rio Amazonas, onde visita localidades como Santarém, Boca do Valéria, Manaus, Parintins e Alter do Chão.

A Holland America, por sua vez, alocou um navio de sua frota para visitar o Brasil, o Volendam. O seu cruzeiro com 28 dias de duração terá embarque e desembarque em Fort Lauderdale (Flórida), e um dos trechos incluirá uma navegação no rio Amazonas passando por Santarém, Alter do Chão, Parintins, Boca do Valéria e Manaus.

O Seabourn Venture terá itinerários com paradas no litoral brasileiro e algumas com roteiros dedicados à Amazônia. No segundo itinerário de seis, o navio fará um cruzeiro de 12 noites com saída no Rio de Janeiro e chegada em Manaus, visitará Búzios (RJ), Recife, Natal (RN), Macapá, Santarém e Parintins.

No início de abril de 2023, o Seabourn Venture faz um roteiro de dez noites no coração da Amazônia, onde parte de Manaus e termina a viagem em Iquitos, no Peru. A partir da localidade peruana, o navio faz o percurso inverso navegando pelo rio Amazonas até Manaus, em um novo roteiro de dez dias.

A última viagem do Venture será um itinerário de 22 dias, em abril de 2023, com embarque em Iquitos (Peru) e desembarque na Ilha de Santiago, em Cabo Verde. No percurso pelo rio Amazonas visitará Manaus, Boca dos Botos, Parintins e Santarém, passando ainda por Macapá. A última parada antes do desembarque será na ilha dos Diabos, na Guiana Francesa.

A Silversea é outra companhia marítima de luxo com passagem pelo Brasil, com três navios. Como as embarcações da frota são menores, os roteiros permitem visitas a pequenos portos. Em maio de 2023, o terceiro navio oferece roteiro pela Amazônia, o Silver Shadow, com capacidade para 388 hóspedes. O embarque será em Manaus e o desembarque em Fort Lauderdale, na Flórida. Inclui visitas a Parintins, Santarém e depois parte para ilhas caribenhas Mayreau Islands, St. Barthelemy, St. John’s e San Juan.

COMPARTILHE