Manaus, 9 de dezembro de 2022

Música

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução Foto: Reprodução

‘Samba de Elis’ homenageará Elis Regina, em Manaus

Projeto, assinado por Ediel Castro, lembra os 75 anos da cantora.

Por Eliena Monteiro e Stephane Simões

Elis Regina será homenageada nesta quarta-feira (30/12), em Manaus, com o evento ‘Samba de Elis por Fernando Carmim’. O objetivo do projeto, assinado pelo músico Ediel Castro, é lembrar os 75 anos da cantora.

A transmissão do evento será realizada a partir das 20h pelo YouTube.

Conforme Ediel, a proposta surgiu ainda no primeiro semestre de 2020. Mas, com a pandemia de Covid-19, o projeto ficou apenas “no campo da ideias”. “A ideia era utilizar sambas que foram marcantes na carreira da cantora”, disse.

O projeto começou sair do papel após a divulgação da lei federal Aldir Blanc. Com o incentivo, o músico decidiu submeter a proposta ao edital Conexões Culturais, da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

“Para o edital, organizei o instrumental no formato de trio: bateria, piano e contrabaixo. Escolhi um formato mais tradicional, para o destaque ser na voz”, contou.

O cantor Fernando Carmim foi convidado para interpretar as canções. “O motivo do convite para Carmim foi devido ele ser um grande apreciador do trabalho de Elis Regina. Outro fato que contribuiu bastante é que, desde 2019, nós estamos em diversas casas de shows em Manaus, e tenho conhecido o potencial de Fernando Carmim enquanto cantor e intérprete”, ressaltou Ediel.

Fernando Carmim foi convidado para interpretar as canções. Arte: Divulgação

Trio instrumental

Ediel Castro, que tem formação acadêmica em contrabaixo acústico pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA), usou o instrumento para produzir parte do repertório, especialmente nos sambas do início da carreira de Elis.

“Além de coordenar o projeto como um todo, direção geral e musical, também fiquei responsável pela condução do contrabaixo, em parte fazendo acústico e em outra com o elétrico”, informou o músico.

Também fazem parte do trio instrumental o músico Andrio Dias (bateria), que é membro da Orquestra Amazonas Filarmônica e possui formação acadêmica em percussão pela UEA, e o músico Júlio Feitosa (teclado), que tem anos de experiência no ambiente musical do jazz e MPB.

O projeto é assinado pelo músico Ediel Castro. Foto: Ingrid Anne/Divulgação

Produção

Produção do projeto começou com a confirmação da aprovação no edital Conexões Culturais da Manauscult, no fim de novembro deste ano.

“Começamos com questões técnicas, como elaboração do repertório e, juntamente com essa ação, demos início ao material de apoio para os músicos”, afirmou Ediel.

O músico Mykon Garcia organizou o repertório escrito para realização do ensaios e execução do projeto. “Esse trabalho foi fundamental, pois viabilizou a praticidade no processo como um todo, ainda mais levando em conta que o prazo de realização é de cerca de um mês”, destacou.

Para o coordenador, o projeto valoriza os talentos da terra. “Vem com o intuito de difundir o trabalho de artistas locais por meio de uma homenagem a essa grande artista brasileira que foi Elis Regina”, conclui Ediel.

COMPARTILHE