Manaus, 1 de dezembro de 2022

Música

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução Foto: Reprodução

The Voice +: Celestina Maria brilha no Bar Caldeira há mais de 20 anos

Cantora amazonense também é 'Diva da Velha Guarda' do bar.

Por Stephane Simões

Há mais de 20 anos se apresentando no Bar Caldeira, no Centro de Manaus, a cantora manauara Celestina Maria, 79, se destacou, no último domingo (24/01), durante sua apresentação no palco do ‘The Voice +’, da Rede Globo. A artista, que também é ‘Diva da Velha Guarda do Caldeira’, costumava se apresentar no bar todos os domingos, segundo o atual administrador do estabelecimento, Carbajal Gomes.

Após sua apresentação no último domingo, Celestina contou aos jurados do programa que é Rainha de Carnaval da Terceira Idade, Rainha de Carnaval da Banda do Caldeira, além de ter recebido a faixa de Miss Idosa Terceira Idade e Diva do Canto do Amazonas.

Celestina Maria no Bar Caldeira em 2014. Foto: Reprodução

Torcedora do Boi Garantido, a amazonense também é parteira, artesã e compositora. Ela é viúva e mãe de três filhos.

De acordo com Carbajal Gomes, Celestina costumava cantar no final da tarde e início da noite, aos domingos, no Bar do Caldeira, que frequenta há mais de 20 anos.

“Ela é uma verdadeira apaixonada pela música. Ela compõe, ela canta, ela encanta. Vendo tudo isso de uma pessoa de 79 anos de idade, por não ter desistido de conquistar seus sonhos, eu achei uma lição de garra, de ânimo, de vitalidade. Ela continuou sonhando sem parar. Ela foi heroína dela mesmo”, destaca Gomes.

Celestina, que é apaixonada por samba, interpretou ‘Cordas de Aço’, de Cartola, na sua estreia no The Voice +. A representante do Amazonas conquistou dois jurados do programa, Mumuzinho e Claudia Leitte, que ‘viraram suas cadeiras’ para a cantora.

Celestina Maria no Bar Caldeira em 2016. Foto: Reprodução

“Quando a cadeira do Mumuzinho virou, pra mim, foi igual um gol de final de Copa do Mundo. Foi uma felicidade muito grande pra nós, como nação caldeirense e amazonense. Ela nos trouxe uma alegria fantástica, não resta dúvidas. Eu agradeci muito a ela por, naquele domingo, nos ter proporcionado isso, em meio a tantas perdas e pelo momento que estamos vivendo”, conta Gomes.

A amazonense escolheu Mumuzinho para ser seu técnico no programa. Para Carbajal, ‘perseverança’ é a palavra-chave que resume toda a trajetória de Celestina.

“Ela deixou pra nós um grande exemplo de perseverança. Isso, pra mim, foi a palavra-chave. Ela se inscreveu no The Voice, estivemos em estúdio com ela, acompanhamos os processos, até chegar o domingo”, acrescenta.

Celestina Maria na sua estreia no The Voice +. Foto: TV Globo

Bar Caldeira

O Caldeira é um dos bares tradicionais de Manaus. Fundado em 1953, o local já foi frequentado por personalidades locais e nacionais, como Vinícius de Moraes, Jair Rodrigues, Jamelão e Luiz Caldas.

Em 2015, o Caldeira virou Patrimônio Cultural Imaterial do Estado do Amazonas. O bar entrou para a lista após a aprovação do Projeto de Lei 4.199, de 23 de julho, de autoria de Bosco Saraiva, então deputado estadual.

Celestina Maria e Carbajal Gomes. Foto: Divulgação

O PL, aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) no dia 18 de julho de 2015, foi sancionado pelo Governo do Amazonas, e o decreto foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 23 do mesmo mês.

O bar fica localizado na Rua José Clemente, esquina com a Rua Lobo D’almada, no Centro de Manaus. Por conta da pandemia, o bar está com o funcionamento suspenso.

Bar Caldeira em Manaus. Foto: Divulgação

COMPARTILHE