Manaus, 19 de julho de 2024

Música

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução Foto: Reprodução

Recuperado da Covid-19, Paulo Onça recebe alta e anuncia live

Em vídeo ao lado da médica Egreen Baranda, sambista agradeceu.

Da redação

O sambista amazonense Paulo Onça divulgou um vídeo ao lado da Dra. Egreen Baranda, nessa sexta-feira (16/4). A médica deu alta ao artista, que estava em tratamento da Covid-19. Na ocasião, ele anunciou que realizará uma live.

Paulo aproveitou para agradecer. “Senhor meu Deus, obrigado por tudo que o senhor faz todos os dias pela minha vida pela vida da minha mulher Simone. Deus assim como senhor teve misericórdia das nossas vidas, tenha misericórdia das vidas que estão nos hospitais lutando pela saúde, não podemos perder a Fé nesse Deus maravilhoso, Deus de Gloria, obrigado a minha mãe, meu Padrasto, meus filhos e meus amigos”, escreveu.

A médica Egreen Baranda e o sambista Paulo Onça. Foto: Reprodução

O sambista também citou a agradeceu às pessoas que estiveram envolvidas em seu tratamento, incluindo o presidente do Grupo Samel, Luis Alberto Nicolau. “Obrigado, meu amigo e irmão Beto Nicolau, do grupo Samel, por me ajudar no momento mais difícil da minha vida, quando estava com COVID, e sua secretária dona Vânia, essa pessoa maravilhosa. Obrigado, Dra. Egreen Baranda, pela sua atenção. Seu trabalho foi de grande importância na nossa recuperação”, escreveu.

A médica destacou que o artista está recuperado da Covid-19. “Ele venceu esse Covid. Só ter juízo agora para continuar firme e forte”, disse Egreen Baranda.

Segundo Paulo Onça, a live será realizada no dia 1º de maio. “Alô, Parintins; alô Manaus; alô, Brasil, saúde, samba e oração”, disse o sambista, ao anunciar a data do evento.

Compositor reconhecido

Paulo Onça é compositor e cantor. Escreve desde os 16 anos de idade e já compôs mais de 130 músicas.

O sambista amazonense é reconhecido nacionalmente por suas composições. Já teve músicas interpretadas por Zeca Pagodinho, Jorge Aragão e Exaltasamba.

Seu primeiro sucesso, em Manaus, é ‘Nem Verde e Nem Rosa’, enredo com o qual a Escola de Samba Vitória Régia conquistou o título de campeã no carnaval dos anos 1990.

O samba-enredo ‘Ivete do Rio ao Rio’, composição assinada por ele e Alan Vasconcelos, rendeu um título para a Escola de Samba Grande Rio.

Assista ao vídeo da alta:

COMPARTILHE

error: Este conteúdo está protegido!