Manaus, 18 de julho de 2024

Música

Foto: Manauscult
Foto: Manauscult Foto: Manauscult

Festival de Música e Arte de Manaus vai escolher melhor composição inédita

O 1° Femuarte será realizado nos dias 6, 7 e 8 de abril.

Da redação

O 1° Festival de Música e Arte de Manaus (Femuarte) será realizado nos dias 6, 7 e 8 de abril de 2022. Um dos objetivos do evento é escolher a melhor composição inédita.

A primeira etapa do festival será a de eliminatórias, que definirá as 10 melhores canções.

Essa fase acontecerá nos dias 6 e 7 de abril, de 15h às 22h, no Parque Municipal do Idoso, localizado na Rua Rio Mar, nº 1.324, bairro Nossa Senhora das Graças, Zona Centro-Sul de Manaus.

Durante o evento, serão apresentadas 19 composições inéditas, escolhidas previamente pela curadoria do festival, formada por mestres e professores de música. Durante os intervalos das apresentações, ocorrerão shows de nove bandas regionais, entre boi-bumbá, MPB, rock nacional e música do beiradão.

A final do Femuarte será no dia 8 de abril, de 19h às 23h, no Teatro Amazonas, Centro.

Foto: Manauscult

Premiação

O festival dará prêmios em dinheiro aos cinco primeiros colocados. Também serão premiadas as categorias de melhor letra, arranjo e intérprete, totalizando mais de R$ 43 mil em premiação.

Feira de artesanato

Nos dias 6 e 7, o festival também contará com uma feira de artesanato, criada em parceria com os associados do Parque Municipal do Idoso (PMI).

Na ocasião, oito artesãos vão expor suas obras, com características culturais e regionais. O público poderá adquirir os produtos.

O festival também premiará a modalidade de ‘Artesanatos‘, do primeiro ao terceiro lugar.

Participação do público

O público terá entrada gratuita no evento. O acesso ao Teatro Amazonas será por ordem de chegada. Só poderá entrar quem apresentar a carteira de vacinação contra a Covid-19 atualizada e documento oficial com foto.

Primeira edição

De acordo com a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), que apoia o festival, o concurso busca descobrir talentos.

Realizado pela GYC Produções Audiovisuais e Eventos, o festival também conta com o apoio da Fundação de Apoio ao Idoso Doutor Thomas (FDT), e do governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Amazonas. Os três dias de festival serão transmitidos pela TV Encontro das Águas, canal 2.1 TV aberta.

Conforme o diretor-presidente da Manauscult, Alonso Oliveira, o festival será vitrine para a descoberta de novos talentos. “Estamos apoiando mais um evento que vai fomentar e engrandecer ainda mais a cultura na nossa cidade, incentivando a boa música, aprimorando e desenvolvendo a cultura musical, revelando novos talentos, valorizando os artistas, compositores, arranjadores e intérpretes”, ressaltou Oliveira.

Para o secretário estadual de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, o festival deve ampliar as oportunidades para os trabalhadores da cultura, em diferentes segmentos.

“Além de oferecer visibilidade e valorizar intérpretes, compositores e músicos, o evento contempla técnicos de produção, seguranças entre outros profissionais que foram prejudicados durante a pandemia”, afirmou.

O coordenador-geral do evento, Rogério Pimenta, destacou que o projeto busca colocar Manaus no circuito das cidades que desenvolvem festivais artísticos.

“O festival vai trazer uma oportunidade ímpar para o artista, vai resgatar a emoção de novamente sonhar com um palco, depois de tanto tempo sem festivais, por conta da pandemia de Covid-19, de ser aplaudido pelo público e acima de tudo, um conforto financeiro. Também estamos incentivando o artista a compor e criar novas obras”, declarou.

Entre compositores e intérpretes, participam do festival artistas como: Nícolas Jr., Humberto Oliveira, Toty Nevegante, Rebeca Leitão, Edilene Rezende, Luso Neto, Carol Navegante, Salomão Rossy, Ludi Souza, Gil Valente, Iran Mak Bruno Rodriguez, e Léo Monteiro.

COMPARTILHE

error: Este conteúdo está protegido!