Manaus, 20 de outubro de 2021

Música

Foto: Fecani/Divulgação
Foto: Fecani/Divulgação Foto: Fecani/Divulgação

Com público formado apenas por convidados, Fecani volta em 2021 para premiar melhor canção do Brasil

Pandemia impediu realização em 2020. Em 2021, evento será online.

Por Sabrina Rocha e Eliena Monteiro

Após ser cancelado em 2020, o tradicional Festival da Canção de Itacoatiara (Fecani) retorna em 2021 para realizar a sua 36ª edição. Com público presencial formado apenas por convidados, o evento será em formato online e terá participação de competidores de diferentes estados do Brasil. O Portal Edilene Mafra traz detalhes da edição, como programação, lista de atrações e os nomes das músicas que concorrem.

A competição – que ocorrerá nos dias 4, 5 e 6 de setembro – terá a participação de apresentadores, intérpretes, show de artistas regionais, além de uma atração nacional, o cantor e compositor paraense Nilson Chaves.

O coordenador do Fecani, Rogério Pimenta, lembra que o evento deixou de acontecer no passado por causa da pandemia. “Fizemos uma live para exibir as edições anteriores. Foi um evento simbólico”, destaca.

Fecani antes da pandemia. Foto: Fecani/Divulgação

Em 2021, o festival contará com número reduzido e esse público presencial será constituído apenas por convidados. A Associação dos Itacoatiarenses Residentes em Manaus (Airma), responsável pela realização do Fecani, ainda não divulgou o número exato de pessoas que vão compor o público presencial, mas a quantidade não deverá ser superior a 2 mil pessoas.

“Uma coisa que a gente faz todo ano no Fecani é colocar, dentro do Centro de Eventos, 420 barracas. E nesse ano nós não vamos fazer isso”, lamenta Pimenta, lembrando que ainda é preciso manter os cuidados contra a disseminação do novo coronavírus.

Antes da pandemia, o festival contava com uma média de 35 mil pessoas por dia. “Esse era o público que circulava pelo festival ao longo do dia. O Fecani inicia às 8h30 da manhã com os eventos culturais e esportivos. O show da última banda é às 4h30 da madrugada”, informa o coordenador.

Antes da pandemia, evento reunia média de 35 mil pessoas por dia. Foto: Fecani/Divulgação

Festival

O Festival da Canção de Itacoatiara nasceu do desejo de promover a produção musical. Antes, realizado na Praça da Matriz do município, reunia apenas compositores locais e da cidade de Manaus.

Diante do sucesso de público, que se deslocava de cidades vizinhas para acompanhar de perto o festival, o evento cultural cresceu, e hoje é realizado no Centro Cultural Iracema Holanda. A festa ocorre anualmente em setembro, ao longo de três dias, no feriado da Semana da Pátria.

“O Fecani hoje é o maior festival da Região Norte. Geramos emprego, renda e divisa para o Município e Estado. Nosso Festival busca, acima de tudo, descobrir talentos culturais em diversas áreas. Tiramos do anonimato artistas, atletas e outros talentos. Nossa maior missão é manter viva a chama da cultura em todas as suas vertentes sem amarras políticas e com inclusão”, exalta Rogério Pimenta.

Edição de 2021

O Fecani 2021 tem como tema: ‘Reiventar-se’. Conforme informações divulgadas pelo festival, a expressão define corretamente o atual momento em que o mundo vive.

Com a pandemia, as pessoas acabaram aprendendo a se conectar de outras formas. É o que festival pretende fazer: se apresentar de maneira diferente para chegar até o público.

Evento vai contar com participantes de outros estados. Foto: Fecani/Divulgação

Modalidades

Nas edições anteriores, o Fecani contava com 42 modalidades que contemplavam diferentes segmentos culturais. Neste ano, o número de categorias foi reduzido para 14, como explica o coordenador Rogério Pimenta.

“Hoje, temos 42 modalidades diferentes de cultura no festival, mas nesta edição, excepcionalmente devido à pandemia, vamos reduzir os eventos. Temos categorias de arte, poesias, gastronomia, entre outras”, esclarece.

O Festival da Canção, que estimula a difusão musical entre compositores, intérpretes e público, elege em todas as edições a melhor música em versão inédita.

O evento também tem a competição ‘Jaraquifest’, em que os participantes devem preparar pratos com o peixe jaraqui. Diversificadas, as receitas vão de bolos a tortas.

“Além de valorizarmos a gastronomia local, incentivamos os cozinheiros a usarem sua criatividade e agregar valor ao peixe que é a cara do nosso Estado”, ressalta Rogério Pimenta.

Outro concurso é o de poesia falada, chamado ‘Compofai’. O evento é recheado de emoção. No concurso, os participantes recitam sobre suas vidas, aventuras, ou mesmo uma história de ficção. O objetivo principal conseguir prender a atenção do público.

Confira as modalidades:

  • 36° Fecani
  • 8° Itacantando
  • 31° ITA-Palha
  • 32° ITA-Arte
  • 28° Ilustrate
  • Jaraquifest
  • 31° Itartesanato
  • 23° Mocaita
  • 25° ITA-Conta
  • 33° Taita
  • 12° Caricatura
  • 35° Compofai
  • 7° Fotoarte
  • 12° Toorando

Premiação

Todas as músicas do Festival da Canção de Itacoatiara (Fecani) concorrerão à premiação geral. Essa é a categoria que terá prêmios com valores mais altos. Confira:

1°Lugar: R$15.000

2° Lugar: R$ 8.000

3° Lugar:R$ 3.000

Melhor arranjo: R$ 1. 500

Melhor letra: R$ 1.500

Melhor intéprete: R$ 1.000

Para conferir o valor da premiação de todas categorias, basta acessar o site oficial do Fecani: https://www.fecani.com.br.

Programação

Sábado (4/9)

13h30 – DJ Rogério Jr.

15h40 – Show de MPB Acústico com Júnior Simpatia

17h35 – DJ Rogério Jr.

18h10 – Banda Badalauê, Júnior Santos, Célia Silva e Gustavo Alves

19h25 – Abertura com a Banda Fecani e o Grupo Gedam e 1° eliminatória do 36° Fecani e 8° Itacantando

22h35 – Show ‘Uma Voz Amazônica’ com Nilson Chaves e percussão Alcides Alexandre e Knison

23h55 – Show com o ‘Rei do Arrocha’, Guto Lima

Domingo (5/9)

13h30 – DJ Marleson Mendonça

15h55 – Show com a Banda Regional ‘Banzeiros’

17h35 – DJ Marleson Mendonça

18h10 – Show Itarock com Dinei Lima, Charles Magalhães e Milena Rocha

19h25 – Abertura com a Banda Fecani e o Grupo Gedam e 2° eliminatória do 36° Fecani e 8° Itacantando

22h35 – Show com o Grupo ‘Gaponga’

23h55 – Show com a Banda Forró Ideal

Segunda-feira (6/9)

13h30 – DJ Rodrigo Galvão

15h55 – Show de MPB com Joyce Nascimento, Raul Berger, e Alcindo Andrade

17h35 – DJ Rodrigo Galvão

18h10 – Banda Beiradão – Jonaci do Sax, Iran Mak, Ítalo Jimenez e Jorge Dias

19h25 – Abertura com a Banda Fecani e o Grupo Gedam e a realização da final do 36° Fecani e 8° Itacantando

22h35 – Banda Jukebox, Gil Santos, Johnny Lira, Felipe Nagasi, Géssica Lobato

23h55 – Show de Toadas com Michel Lima, Edilson Santana e Willian Ferreira

Eliminatórias

Durante a transmissão, o público vai acompanhar as duas eliminatórias, realizadas no Centro de Eventos de Itacoatiara, município a 270 quilômetros de Manaus. As eliminatórias do concurso de melhor canção acontecem nas duas primeiras noites de evento. O resultado da melhor música inédita é anunciado na última noite do Fecani.

Apenas jurados, equipe técnica, coordenação e convidados poderão ter acesso às disputas das demais modalidades culturais e artísticas do festival.

Para todas as categorias há premiação em dinheiro para os competidores que conquistarem do primeiro ao quinto lugar.

As inscrições para participação no festival já foram encerradas e, agora, o evento segue para a fase em que os artistas vão realizar as apresentações. Na 36ª edição, além de artistas da Região Norte, o evento recebeu inscritos das regiões Sudeste e Nordeste.

“Tem gente de vários lugares do Brasil: de São Paulo, do Espírito Santo, da Bahia, de Minas Gerais, do Amazonas, do Amapá, de Roraima”, citou Pimenta.

No dia 4 de setembro, será realizada a primeira eliminatória do Fecani. Confira a lista das músicas que vão fazer parte da competição.

Primeira eliminatória. Foto: Reprodução/Fecani

Já no dia 5 de setembro, será realizada a segunda eliminatória do festival. Confira abaixo a lista das músicas que vão estar na disputa.

Segunda eliminatória. Foto: Reprodução/Fecani

Transmissão

O público vai poder acompanhar o Festival da Canção de Itacoatiara pelos perfis das redes sociais.

A transmissão será feita pelo Facebook (@fecanioficial), Instagram (@fecanioficial) e YouTube (@fecanioficial).

Protocolos

De acordo com informações de Rogério Pimenta, toda a coordenação e equipe técnica que trabalha no Fecani está atenta às necessidades de cumprimento das normas de prevenção contra a Covid-19.

“Usaremos o protocolo determinado pela OMS [Organização Mundial da Saúde]. Sabemos que o vírus continua circulando e, mesmo com o avanço da vacinação, não podemos baixar a guarda”, afirma o coordenador.

Toda a área de convivência do evento vai dispor de álcool em gel. Também será feita a aferição de temperatura. O uso de máscara será obrigatório.

COMPARTILHE