Manaus, 9 de dezembro de 2022

Moda & Beleza

Fotos: Arquivo Pessoal
Fotos: Arquivo Pessoal Fotos: Arquivo Pessoal

Marciele Albuquerque fala sobre rotina como cunhã-poranga do Caprichoso, cuidados com beleza e projetos pessoais

Natural de Juruti, no Pará, Marciele defende o item 9 do bumbá azul.

Por Júlia Rodrigues

Natural de Juruti, no Pará, Marciele Albuquerque, 27, é a atual cunhã-poranga do Boi Caprichoso. Em entrevista ao Portal Edilene Mafra, ela falou sobre a rotina como cunhã-poranga do bumbá azul, cuidados com beleza e projetos pessoais.

A cunhã-poranga é a índia mais bonita da aldeia, guerreira e guardiã que expressa sua força por meio da beleza. Simpatia, desenvoltura e incorporação também fazem parte dos elementos que representam esse item.

Esses atributos Marciele Albuquerque demonstra ter de sobra nas suas apresentações durante as três noites do Festival Folclórico de Parintins. A cunhã destacou ser uma honra representar o item 9 do Boi Caprichoso, no Bumbódromo.

Fotos: Arquivo Pessoal

“É uma realização de todo amor azul que sinto e expresso na arena ao som da melhor galera de Parintins, minha nação azul e branca. Sou torcedora apaixonada pelo meu boi e levar nossa cultura para o mundo é meu orgulho. Sou nativa, sou da Amazônia e faço parte do maior teatro a céu aberto do mundo, o mais lindo, que é nosso festival. Eu represento a nossa cultura com orgulho”, ressaltou.

Apaixonada pela dança, Marciele sempre teve como objetivo integrar o corpo de dança do boi azul. Até ser escolhida cunhã, percorreu um longo caminho, desde guia do cantor David Assayag na arena à substituta de itens oficiais, como a Porta-Estandarte.

Pelo seu foco e por ser torcedora de carteirinha do Caprichoso, Marciele acumulou experiências que lhe tornaram a escolha perfeita para ocupar o posto de cunhã-poranga, item que a morena defende desde 2017.

Fotos: Arquivo Pessoal

Preparação

Falando em foco, a preparação para o Festival Folclórico de Parintins exige muito dos itens, principalmente dos femininos. Marciele comentou sobre sua rotina e de que forma se prepara para encarar a temporada bovina.

“Rotina que mais amo! Preparação total: ensaios de dança e teatral, treinos de resistência e musculação, estudo sobre o que iremos representar, acompanhar a construção da indumentária e alegoria, entrevistas e eventos do boi. Não temos horário definido para nada; aliás [temos] para acordar, cedo. A rotina mais desafiadora da minha vida, e faço tudo com amor”, contou.

Foto: Divulgação

Cuidados com a beleza

Para cuidar do cabelão, Marciele revelou que sempre escolhe os produtos mais naturais possíveis.

A cunhã também deixou dicas sobre como cuidar da pele. “Tem que beber muita água pra hidratar. Nesse calorzão, a gente precisa. Usem protetor solar também, principalmente no rosto, que é mais exposto, de certa forma. Uma boa alimentação faz muita diferença e nos deixa com a pele saudável”, destacou.

Marciele Albuquerque, cunhã-poranga do Boi Caprichoso. Foto: Daniel Brandão/Caprichoso

Projetos pessoais

Fora do universo do boi-bumbá, Marciele acumula projetos pessoais. Ela é madrinha do natal solidário ‘Um Gesto de Amor’, da comunidade São Francisco do Caramuri, área rural do município de Manaus, desde 2017.

A cunhã também integra a Associação Comunitária Agrícola São Francisco do Caramuri (ACASFC) e o projeto Resgatando Cidadania Rural.

COMPARTILHE