Manaus, 28 de março de 2023

Literatura

Foto: PEM
Foto: PEM Foto: PEM

Milton Hatoum agora é Doutor Honoris Causa da Ufam

Escritor amazonense recebeu o título em Manaus.

Por Edilene Mafra

Milton Hatoum agora é Doutor Honoris Causa da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). O escritor amazonense recebeu o título na noite de quinta-feira, 9 de março de 2023, no auditório Doutor Zerbini, Centro de Manaus. O autor tem obras literárias traduzidas em 17 países.

A homenagem reconhece a contribuição do romancista à divulgação da realidade amazônica. Ao conceder o título de Doutor Honoris Causa ao escritor amazonense Milton Hatoum, a Ufam relembrou a celebrou a trajetória do autor.

OUÇA A MATÉRIA VEICULADA NO JORNAL DA MANHÃ, DA RÁDIO DIFUSORA:

Milton Hatoum, Syvio Puga, Iraildes Caldas e Renan Freitas Pinto. Foto: PEM

Na presença de amigos, familiares e da comunidade acadêmica, o romancista recebeu a honraria das mãos do reitor da universidade, Sylvio Puga, que destaca o reconhecimento ao trabalho que Milton Hatoum desenvolve como escritor, romancista e contista.

“É uma honra muito grande para a Ufam, através do seu Conselho Universitário, que aprovou por unanimidade o título ao escritor Milton Hatoum. Para nós representa que este escritor, que tem muitas obras publicadas levando o nome da Amazônia, também levará o nome da Ufam a outros países. É um reconhecimento por tudo o que ele já fez”, ressaltou o reitor.

Milton Hatoum e Syvio Puga. Foto: PEM

De acordo com a Ufam, o título de Doutor Honoris Causa é atribuído a “uma personalidade que tenha se distinguido seja pelo saber, seja pela atuação em prol das Artes, das Ciências, da Filosofia e das Letras ou do melhor entendimento entre os povos”. 

A proposta da homenagem ao escritor Milton Hatoum partiu do Departamento de Ciências Sociais do Instituto de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais da Ufam. Para a diretora do instituto, professora Iraildes Caldas, o título reconhece a contribuição da obra do escritor amazonense para a divulgação da cultura amazônica.

“O Milton alçou um grande voo ao sair daqui e ganhou o mundo. E ao ganhar o mundo, ele leva a Amazônia com ele. A universidade estava devendo esse título, porque ele é reconhecido mundialmente. Na verdade, o Milton é um cidadão do mundo. Para nós, ele é um ícone. Ele representa a cultura universal amazônica”, afirmou.

Foto: PEM

Milton Hatoum é autor de romances e contos, professor e tradutor. Em suas obras literárias, o autor retrata conflitos pessoais e familiares no contexto da Amazônia. Entre os livros mais conhecidos estão: Relato de um certo Oriente, Dois Irmãos e Cinzas do Norte, que receberam o prêmio Jabuti, o mais expressivo da literatura brasileira.

O escritor, que já foi professor na Ufam, se emocionou ao receber a homenagem da universidade. “É um sentimento de voltar a um lugar onde a minha experiência foi importantíssima, que é a Universidade Federal do Amazonas. Esse título, para mim, não é apenas uma honra, uma alegria, mas é a coroação de uma relação muito profunda com a universidade. Voltar com esse título e rever os amigos é muito importante”, comemorou.

Atividades culturais em Manaus

Recentemente, Milton Hatoum teve o conto ‘O Adeus do Comandante’ adaptado para o cinema, com o filme ‘O Rio do Desejo‘, do diretor Sérgio Machado. O longa-metragem contou com pré-lançamento no Teatro Amazonas na terça-feira, 7 de março de 2023. O escritor amazonense participou do evento. 

Aproveitando a passagem por Manaus, o autor também participará de um bate-papo sobre a nova adaptação do livro ‘Dois Irmãos’ para ao teatro, neste sábado, 11 de março, no Palácio da Justiça, às 10h. A entrada é aberta ao público, com vagas limitadas e inscrições pela internet, neste link: https://forms.gle/KkBZRRPy8KJivcW68.

COMPARTILHE

error: Este conteúdo está protegido!