Manaus, 5 de julho de 2022

Literatura

Fotos: Divulgação
Fotos: Divulgação Fotos: Divulgação

Livros sobre Márcia Siqueira e Zezinho Corrêa serão lançados em formato online, no AM

Evento será transmitido no dia 28 de dezembro.

Da redação

Após o anúncio do decreto que restringe a realização de eventos, o lançamento dos livros ‘Marcia Siqueira, A Voz da Floresta’ e ‘Zezinho Corrêa, Eu Quero é Tic, Tic, Tac’ será realizado em formato online, no dia 28 de dezembro, às 16h.

O evento será apresentado pela jornalista Baby Rizzato, em formato de entrevista online. A programação será transmitida no canal do YouTube da cantora Márcia Siqueira e na TV Encontro das Águas.

A programação estava prevista para acontecer no Centro Cultural Palácio da Justiça, na Avenida Eduardo Riberio, Centro de Manaus. Porém, o decreto do Estado também determina o fechamento dos espaço públicos, no período de 26 de dezembro de 2020 a 10 de janeiro de 2021.

Livro conta a história artística e pessoal de Zezinho Corrêa. Foto: Marcio Benchimol/Foto Nascimento

Livros

Escrito pela jornalista Betsy Bell, o livro ‘Marcia Siqueira, A Voz da Floresta’, ricamente ilustrado, apresenta um relato completo, e inédito, da vida e da carreira da cantora, desde seus primeiros minutos de vida, quando foi adotada por sua família, até se tornar a primeira levantadora oficial de toadas do Festival Folclórico de Parintins. A coautoria é do jornalista Fabrício Nunes.

A vida e a obra de Zezinho Corrêa, desde a infância no município de Carauari, no Amazonas, ao sucesso nos palcos europeus e toda sua trajetória em Manaus, são os temas do livro ‘Eu Quero é Tic, Tic, Tac’, escrito pelo jornalista e produtor cultural Fabrício Nunes. O livro-reportagem é resultado de pesquisas e entrevistas realizadas pelo autor desde 2017 com Zezinho e outras personalidades do cenário cultural local e nacional.

Livro conta a trajetória de Márcia Siqueira. Foto: Divulgação

Ambos os livros foram selecionados pelo Concurso-Prêmio Manaus de Conexões Culturais – Lei Aldir Blanc, promovido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e com apoio da Secretaria Estadual de Cultura e Economia Criativa.

COMPARTILHE