Manaus, 2 de dezembro de 2022

Esportes

Foto: Leanderson Lima/MFC
Foto: Leanderson Lima/MFC Foto: Leanderson Lima/MFC

Presidente do Manaus FC critica atuação de árbitro em jogo contra o Ferroviário

Mitoso também criticou a Federação Amazonense de Futebol (FAF).

Com informações da assessoria

O empate em 1 a 1 com o Ferroviário (CE), em jogo válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C, trouxe prejuízos incalculáveis para o Manaus FC, divulgou o clube amazonense, na manhã deste domingo (8/11). O presidente do Gavião do Norte, Luis Mitoso, criticou a atuação do árbitro da partida.

O árbitro Wanderson Alves de Sousa (MG) tirou os zagueiros Luis Fernando e Thiago Spice da próxima partida contra o Treze (PB). Luis Fernando levou o segundo cartão amarelo após o término da partida e foi expulso.

“Thiago Spice foi ‘amarelado’ sem sequer ter dito nada ao árbitro – ele já tinha dois amarelos antes desta rodada. A atuação desastrosa do árbitro causou revolta no esmeraldino”, disse o clube.

Luis Mitoso não aliviou nas críticas. “É simplesmente absurdo o que aconteceu hoje (sábado) aqui! De duas, é uma: ou puro despreparo psicológico do árbitro ou má fé pura!”, disse.

O presidente do clube amazonense lembrou outras partidas ao longo desta edição do Brasileirão. “O Manaus FC está sofrendo com essas arbitragens tendenciosas desde o início do campeonato. É pênalti não marcado em jogo contra o Remo. O jogador lá estava jogando vôlei, né? E aquele tumulto no jogo contra o Treze, aqui na Arena da Amazônia, em que os jogadores do time paraibano decidiram não jogar mais, faltando seis minutos de acréscimo. Ficou tudo por isso mesmo? Os árbitros vêm aqui e nos prejudicam o tempo todo”, disparou.

Mitoso criticou árbitro e a FAF. Foto: Leanderson Lima/MFC

Mitoso também criticou a Federação Amazonense de Futebol (FAF). “Federação fraca, inexpressiva, omissa, que não tem peso nenhum no cenário do futebol brasileiro e não defende os clubes filiados, não têm acompanhamento para os clubes e ainda se colocam contra, sempre estão certos quando vamos fazer críticas, nunca erram, só quem erra são os dirigentes e seus atletas”, disse.

“Ninguém aqui está pedindo benefícios para o Manaus! Eu nunca pedi pra fazer nenhum tipo de jogo sujo, eu defendo o Fair Play. Eu só quero que seja feita a justiça. Se tivéssemos uma Federação atuante e forte, ninguém viria em Manaus fazer festa em nossa casa. Os árbitros vêm aqui e fazem o quer, penduraram o time todo! Quero ver se isso acontece lá fora onde existem federações que de fato trabalham pelos seus clubes filiados, brigam pelos clubes filiados, onde inclusive acompanham os clubes em suas viagens”, continuou o presidente. “Fazer futebol no Amazonas sem uma Federação presente e atuante tem sido muito difícil pra nós”, concluiu.

A FAF ainda não se manifestou sobre as críticas.

Além de Thiago Spice e Luis Fernando, Matheuzinho, Paulinho Simionato (que estava no banco), Rodrigo Fumaça e Gabriel Davis levaram cartão amarelo.

COMPARTILHE