Manaus, 6 de julho de 2022

Eleições 2020

Seção de votação em aldeia Marubo. Foto: Divulgação/TRE-AM
Seção de votação em aldeia Marubo. Foto: Divulgação/TRE-AM Seção de votação em aldeia Marubo. Foto: Divulgação/TRE-AM

No AM, aldeias do Vale do Javari terão campanha eleitoral via ‘rede rádio’

Os indígenas que moram na Terra Indígena do Vale do Javari, no extremo Oeste do Amazona

Os indígenas que moram na Terra Indígena do Vale do Javari, no extremo Oeste do Amazonas, irão acompanhar a propaganda eleitoral de maneira diferente neste ano. Eles vão saber as propostas dos candidatos a prefeito da cidade de Atalaia do Norte via ‘rede rádio’. A iniciativa busca evitar o risco de contágio pela Covid-19 entre os indígenas.

O Vale do Javari fica na fronteira do Brasil com o Peru. Na Terra Indígena, vivem cerca de 5.500 indígenas das etnias Marubo, Matís, Mayuruna, Kanamari e Kulina. Com a pandemia, as comunidades do Vale do Javari estão em isolamento, uma medida que evitou a chegada da Covid-19 nas aldeias.

Para manter a situação de segurança sanitária entre os indígenas, a juíza Eleitoral de Atalaia do Norte, Andrea Medeiros, definiu que as campanhas eleitorais não poderão ser feitas de forma presencial, mas via rádio. Como o município não tem rádio, as transmissões serão feitas por ‘rede rádio’, modelo semelhante ao rádio amador.

A juíza eleitoral Andrea Medeiros destaca que houve consenso entre os candidatos, entidades representativas dos povos indígenas, órgãos públicos que tratam da questão indígena e a Justiça Eleitoral.

“Pela ‘rede rádio’, então, cada candidato fará sua apresentação, apresentação do seu programa de campanha, por 5min e essa apresentação será, ainda, traduzida para a língua nativa de cada nação indígena que temos nessas aldeias”, afirmou a magistrada.

As transmissões da propaganda eleitoral aos povos indígenas do Vale do Javari serão realizadas pela União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja).

COMPARTILHE