Manaus, 24 de julho de 2024

Dança

Foto: Michael Dantas/SEC-AM
Foto: Michael Dantas/SEC-AM Foto: Michael Dantas/SEC-AM

Corpo de Dança do AM volta a oferecer aulas a artistas e exige comprovante de vacinação

Grupo prevê inscrições para novas turmas entre outubro e dezembro.

Da redação

O Corpo de Dança do Amazonas (CDA) retomou as atividades do ‘CDA de Portas Abertas’ nesta segunda-feira (9/8). Em sua 7ª edição, o projeto oferece aulas de Dança Contemporânea e Clássica a artistas. As turmas atuais já estão fechadas, mas o grupo prevê abrir inscrições para novas aulas entre os meses de outubro e dezembro. A companhia exige comprovante de vacinação.

Conforme a Secretaria de Cultura e Economia e Criativa do Amazonas (SEC-AM), as aulas são ministradas pelo diretor da companhia, Mário Nascimento, e pelo bailarino profissional Paulo Chamone.

O projeto tem o objetivo de promover intercâmbio entre a companhia e estudantes de dança, bailarinos, além de artistas em geral.

Aulas

As turmas da 7ª edição já estão formadas. De acordo com a SEC-AM, as inscrições foram realizadas por meio das redes sociais do CDA (@amigosdocda) e os alunos foram divididos em dois grupos de 20 pessoas, para seguir os protocolos de segurança contra a Covid-19. Também foi exigido o comprovante de vacinação contra o novo coronavírus.

A primeira aula, Dança Contemporânea, ministrada por Mário Nascimento, começou nesta segunda-feira (9/8) e vai até a próxima sexta-feira (13/8), das 16h às 18h, no Teatro da Instalação.

“É uma chance de mostrar o meu trabalho, dou aula há quase 30 anos, e também de mostrar o trabalho do CDA para a sociedade”, explicou Mário Nascimento.

“Além de passar técnicas de base, também apresento instrumentos para que o bailarino possa trabalhar com improvisação e autoconhecimento. É uma aula para abrir horizontes e temos alunos de diversas linguagens artísticas, pois a dança é inerente a todos”, detalhou o diretor do CDA.

A próxima aula, Dança Clássica, será realizada de 16 a 20 de agosto, no mesmo horário e local, com o assistente de coreografia do CDA, Paulo Chamone.

Ebnezer Siqueira, que é bailarino, professor e coreógrafo de danças urbanas, soube do projeto por meio das redes sociais e ficou interessado em aprender novas linhas de movimento. “Eu ainda não conhecia direito o trabalho do Corpo de Dança do Amazonas e do Mário e fiquei muito interessado quando vi. Quero desenvolver minhas habilidades e levar isso para o meu corpo e para a minha profissão”, disse.

A bailarina Ísis Soares, que está em Manaus há cinco meses após viajar do Rio de Janeiro, tem formação em balé clássico e se inscreveu para ampliar a sua base de dança contemporânea.

“Não conhecia o CDA, mas alguns amigos bailarinos me falaram sobre a companhia e que eu precisava conhecer. Após seguir as redes sociais, comecei a acompanhar os vídeos e tive a chance de me inscrever nesse projeto”, explicou.

“É algo novo para mim, apesar de ter uma base contemporânea de algumas companhias que já trabalhei. Entrei com fome de aprender algo novo”, disse.

Como participar

As inscrições e aulas para novas turmas devem ocorrer entre outubro e dezembro de 2021.

A idade mínima para participar do ‘CDA de Portas Abertas’ é de 18 anos.

É necessário que o interessado tenha noções de dança, pois o projeto sugere que seja vivenciada a rotina de uma companhia de dança.

A inscrição é realizada por meio de link no Google Forms, que é disponibilizado nas redes sociais. Os interessados devem enviar nome completo, telefone, e-mail, breve histórico em dança e comprovante de vacinação contra a Covid-19.

COMPARTILHE

error: Este conteúdo está protegido!