Manaus, 28 de novembro de 2022

Coronavírus

Material enviado por Whindersson e amigos será distribuído em Manaus e no interior Material enviado por Whindersson e amigos será distribuído em Manaus e no interior

Material enviado por Whindersson e amigos será distribuído em Manaus e no interior

Cilindros de oxigênio e ventiladores pulmonares estão entre as doações.

Por Stephane Simões

O humorista Whindersson Nunes tem mobilizado, em sua conta pessoal no Twitter, uma campanha para arrecadação de cilindros de oxigênio, que serão doados ao Amazonas. Na tarde desta sexta-feira (15/01), o artista publicou um vídeo, em que mostra uma carga que, segundo ele, possui 60 concentradores de oxigênio que serão enviados aos hospitais do interior, sendo 10 diretamente para o Instituto da Saúde da Criança no Amazonas.

O Estado enfrenta uma crise ocasionada pelo segundo pico da pandemia de Covid-19. Materiais hospitalares e ventiladores pulmonares também estão sendo arrecadados. Cantores, atores, escritores aderiram à campanha e realizaram suas doações para ajudar as unidades hospitalares do Amazonas.

O humorista mobilizou, ainda, a entrega de materiais hospitalares e ventiladores pulmonares, que serão distribuídos nos hospitais da capital e no interior. “Galera, meu irmão Marcos, que mora em Manaus, vai cuidar de distribuir nos hospitais pequenos e nos interiores que também estão precisando. Ele está em contato com a galera das doações lá”, publicou.

O ator Bruno Gagliasso também divulgou um vídeo em que mostra o transporte de cilindros de oxigênios que serão distribuídos nas unidades hospitalares. “O Brasil inteiro está olhando por vocês”, escreveu.

O cantor Luan Santana também se pronunciou em sua rede social e disse que esta providenciando a doação de, aproximadamente, 50 cilindros de oxigênio, além da logística de entrega.

Falta de oxigênio

Conforme as autoridades locais, o Amazonas enfrenta falta de oxigênio para tratar pacientes internados por complicações da Covid-19. O Governo do Estado destacou que as unidades de saúde de Manaus estão sobrecarregadas e sofrem com a escassez de oxigênio devido ao aumento da demanda nos últimos 15 dias.

Devido à falta de oxigênio, nove pacientes que estavam internados nas unidades da rede pública estadual foram transferidos, na manhã desta sexta-feira (15/01), para continuar o tratamento em Teresina, no Piauí.

O transporte aéreo foi feito pela Força Aérea Brasileira (FAB), que tem atuado na força-tarefa ao lado do Governo do Estado e Ministério da Saúde (MS) no enfrentamento à Covid-19.

Os pacientes saíram dos Hospitais e Prontos-Socorros (HPS) 28 de Agosto e Platão Araújo para receber atendimento no Hospital Universitário da Universidade Federal do Piauí (UFPI), em Teresina. Um segundo grupo de 15 pacientes deve ser encaminhado para São Luís, no Maranhão, também nesta sexta-feira.

COMPARTILHE