Manaus, 28 de novembro de 2022

Coronavírus

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução Foto: Reprodução

Jornalista Agnaldo Oliveira morre de complicações da Covid-19, no AM

Por anos, ele atuou como repórter de TV na Rede Amazônica.

Da redação

O jornalista Agnaldo de Oliveira Gomes Júnior morreu, aos 44 anos, na manhã desta segunda-feira (4/01). Ele foi vítima de complicações da Covid-19. Por anos, o jornalista atuou como repórter de TV na Rede Amazônica, filiada à Rede Globo.

Em suas reportagens, costumava usar o jargão ‘No coração da Amazônia’.

Atualmente, Agnaldo estava lotado na assessoria de comunicação do Ministério Público do Amazonas (MP-AM). O órgão lamentou o falecimento. “O Ministério Público do Amazonas, na figura dos seus membros e servidores, presta condolências à família enlutada”, diz nota do MP.

Ele também estava atuando como consultor de comunicação e marketing.

O jornalista faleceu no Hospital Delphina Aziz, na Zona Norte de Manaus. A unidade é referência no tratamento de casos graves de Covid-19.

Carreira

Agnaldo Oliveira era formado em jornalismo pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Possuía MBA Executivo em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e era pós-graduado em Gestão de Empresas Internacionais pelo o Instituto de Ciências do Trabalho e da Empresa / Instituto Universidade de Lisboa (ISCTE/IUL) e Mestre em Gestão de Empresas Internacionais ISCTE/Portugal.

Foi Diretor de Comunicação e Marketing do PMI/AM – Project Management Institute.

Atuou como repórter especial da Rede Amazônica. Também foi gerente de jornalismo do Amazonsat, que pertence ao grupo Rede Amazônica.

O jornalista fundou e foi gerente de jornalismo da Local TV.

Um de seus trabalhos de destaque foi na cobertura da Copa do Mundo da FIFA 2014, como correspondente do Portal da Copa do Ministério dos Esportes. Também trabalhou na cobertura das Olimpíadas 2016, como correspondente do Lance, Jornal e Portal carioca.

Agnaldo Oliveira também ganhou vários prêmios de jornalismo, entre eles: o Prêmio União pela Vida de Jornalismo / Medalha Dom Bosco, Duas vezes Prêmio Nilton Lins de Jornalismo, duas vezes Prêmio de Jornalismo Sebrae/AM, Prêmio de Jornalismo Científico (Fapeam), Prêmio de Fotografia da Base Aérea de Manaus e Membro Honorário da Força Aérea Brasileira (FAB).

COMPARTILHE