Manaus, 5 de julho de 2022

Amazônia

Foto: Musa/Divulgação
Foto: Musa/Divulgação
Foto: Musa/Divulgação

‘Jack’, o jacaretinga que vive no Museu da Amazônia

Jacaré foi entregue ao Musa quando ainda era filhote.

Por Eliena Monteiro

O Museu da Amazônia (Musa), em Manaus, tem um morador que chegou ainda filhote, o ‘Jack’, um jacaretinga (𝘊𝘢𝘪𝘮𝘢𝘯 𝘤𝘳𝘰𝘤𝘰𝘥𝘪𝘭𝘶𝘴). O animal vive no lago do museu, que está com visitas suspensas por conta do decreto de restrição imposto pela pandemia de Covid-19.

De acordo com o Museu da Amazônia, o jacaré foi entregue ao Musa, no começo de 2019. “O jacarezinho foi trazido ao Musa por uma senhora moradora das proximidades da Reserva Florestal Adolpho Ducke. A moradora contou que o filhote foi encontrado perto da casa dela, próximo ao igarapé”, informou o museu.

Quando chegou, o animal estava debilitado e recebeu os cuidados das biólogas Ana Lobo e Rita de Cássia Sena da Silva. “O jacaré foi resgatado em Manaus ainda filhote, estando desnutrido e muito mal cuidado”, destacou o museu.

Depois de receber cuidados no museu, o animal foi incorporado ao habitat. ‘Jack’ é um apelido carinhoso dado ao jacaretinga. “Hoje está saudável e crescendo na lagoa das vitórias-régias”, disse o Musa.

Veja fotos do ‘Jack’

Detalhes sobre o jacaré

Apelido: Jack
Sexo: Macho
Nome científico: Caiman crocodilus
Nome popular: Jacaretinga
Alimentação: crustáceos, peixes, anfíbios, répteis, aves e pequenos mamíferos.

Do alto da torre do MUSA, localizada no extremo Norte da cidade de Manaus, é possível ver boa parte da capital amazonense. Foto: Valter Calheiros/Musa

Musa

O Museu da Amazônia fica em uma área verde em uma área de mata, na Zona Norte de Manaus. O espaço permite contato direto com a natureza e com seres vivos da Amazônia.

O Museu, que é aberto para visitação, abriga a famosa ‘Torre do Musa’, de onde e possível contemplar o pôr do sol sobre a copa das árvores.

Torre do Musa. Foto: Jair Max Fortunato Maia/Musa

Visitação suspensa

Com base na determinação da Justiça ao Governo no Amazonas para o fechamento de serviços não essenciais, o Museu da Amazônia permanecerá fechado ao público.

“A medida visa resguardar a vida de colaboradores e visitantes neste momento que novamente a capital amazonense passa por um delicado cenário de combate ao coronavírus”, informou a administração do espaço.

Foto: Reprodução/Mateus Araújo

COMPARTILHE