Manaus, 3 de dezembro de 2021

Turismo

Foto: Ruan Souza/Semcom
Foto: Ruan Souza/Semcom Foto: Ruan Souza/Semcom

Palco de várias gerações, Local Casa de Praia, na Ponta Negra, tem projeto de reforma arrojado

Local abrigou o Papagaio Show Clube. Veja fotos das ruínas.

Com informações da assessoria

O antigo Local Casa de Praia, situado no Complexo Turístico Ponta Negra, na zona Oeste de Manaus, será reformado. No espaço, a prefeitura vai implantar o arrojado projeto ‘Casa de Praia’, com vista privilegiada para o Rio Negro e para a praia. Reformado, o local contará com restaurante, central de artesanato, mirante, entre outros ambientes. Veja fotos das ruínas.

O prefeito de Manaus, David Almeida, fez uma visita técnica ao local, nesta quarta-feira (4/8). “Realizamos essa vistoria com representantes de várias secretarias para que, por meio de um trabalho integrado, possamos entregar esse espaço pronto para uso, o mais rápido possível à população de Manaus”, disse Almeida.

Prefeitura visitou o espaço. Foto: Ruan Souza/Semcom

O Local Casa de Praia fica de frente para o Rio Negro. De acordo com a prefeitura, o espaço será reformado com recursos do Fundo Municipal de Fomento à Micro e Pequena Empresa (Fumipeq).

A intervenção faz parte do programa de crescimento econômico e social ‘Mais Manaus’, lançado pelo prefeito em julho. “Estamos finalizando o projeto Casa de Praia, para enviá-lo para licitação. Já temos os recursos para essa obra, que após licitada, terá uma previsão de entrega de nove meses”, disse o prefeito.

A revitalização do espaço é uma demanda da Secretaria Municipal do Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi) e do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb). A intenção reforçar a geração de novos negócios e empreendedorismo.

Projeto

Nas décadas de 90 e 2000, no Local Casa de Praia, funcionavam o El Mosquiton e o Papagaio Show Clube. O espaço conta com vista privilegiada para o Rio Negro e para a praia da Ponta Negra.

O projeto para o local prevê restaurante, central de artesanato, áreas para exposições artísticas, ambientes abertos e fechados, playground, áreas de convivência, passarela, mirante, quiosques e ações, com estrutura para receber shows intimistas.

“Trabalhamos aqui um conceito de mais negócio com o fomento ao empreendedorismo e à cultura e também um equipamento na Ponta Negra que vai ajudar os banhistas com acesso à alimentação e à cultura. Os recursos que serão utilizados são do empreendedorismo e da inovação, tendo em vista o fomento à cadeia empreendedora dos artesãos, da cultura, e da nossa culinária”, disse o titular da Semtepi, Radyr Júnior.

O diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Alonso Oliveira, destacou que o espaço será uma nova opção cultural para os trabalhadores do setor. “Este espaço há muito estava abandonado, sem nenhuma atividade, e agora com o funcionamento dele, a cadeia artística da cidade de Manaus poderá obter recursos adicionais para sua renda familiar”, afirmou.

Veja fotos das ruínas

Resgate

Para Pedro Paulo Cordeiro, diretor de planejamento urbano, arquiteto e urbanista do Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb), a reforma resgatará um espaço para a família manauense.

“Nós vamos aproveitar exatamente a estrutura que está em ruínas e transformar em um espaço que nós chamamos de multigeracional, para toda a família, ou seja, crianças, idosos e tudo mais. O grande atrativo desse espaço é exatamente a contemplação dessa paisagem. Então, ele vai ser amplo, aberto e ventilado”, concluiu.

COMPARTILHE