Manaus, 18 de julho de 2024

Turismo

Foto: Divulgação/Implurb
Foto: Divulgação/Implurb Foto: Divulgação/Implurb

Acesso à praia da Ponta Negra de Manaus está liberado nos dias úteis

Nos fins de semana, feriados e pontos facultativos praia segue fechada.

Da redação

A Prefeitura de Manaus liberou o acesso à praia do Complexo Turístico da Ponta Negra nos dias úteis da semana. O público poderá frequentar o local no horário das 6h às 17h. A praia segue interditada aos de semana, feriados e pontos facultativos.

A decisão está no Decreto nº 5.076, assinado pelo prefeito de Manaus, David Almeida, e publicado no Diário Oficial do Município (DOM) de segunda-feira (3/5). De acordo com a prefeitura, a medida vale por 15 dias, ficando em vigor até o dia 17 deste mês de maio.

O novo decreto municipal disciplina o uso do Complexo Turístico da Ponta Negra, com medidas de enfrentamento à pandemia da Covid-19.

Foto: Divulgação/Implurb

“A restrição da Ponta Negra vai seguir nos finais de semana e feriados para reduzir aglomerações, mas com permissão de acesso durante a semana. Estamos sempre pensando no bem-estar da população e, com a praia liberada nos dias úteis, vamos intensificar a fiscalização, por meio da Guarda Municipal, para assegurar a segurança de todos. Pedimos também que a população mantenha os protocolos de segurança, para evitar a contaminação pelo novo coronavírus, como o uso de máscara, álcool em gel e distanciamento social”, afirmou o prefeito.

Atividades comerciais

Segundo a prefeitura, estão permitidas as atividades dos permissionários e dos estabelecimentos localizados no parque, no horário entre 6h e as 23h para os fornecedores de refeições, gêneros alimentícios e similares; e das 6h às 19h, para os demais permissionários e estabelecimentos.

A medida, prevista no decreto, poderá ser reavaliada a qualquer momento, de acordo com a situação epidemiológica do Município. “Todas as decisões tomadas são avaliadas pelo Comitê Intersetorial de Enfrentamento e Combate à Covid-19 e consideram, principalmente, os números da doença na capital amazonense. Qualquer alteração nesses números vamos reavaliar a medida”, reforçou o prefeito.

COMPARTILHE

error: Este conteúdo está protegido!