Manaus, 7 de dezembro de 2022

Religião

Fotos: Reprodução/Rede Globo
Fotos: Reprodução/Rede Globo Fotos: Reprodução/Rede Globo

No AM, pai de santo denuncia participantes do BBB 21 que debocharam de Xangô

Segundo ele, Projota, Nego Di, Conká e Lumena cometeram crime.

Por Eliena Monteiro

O pai de santo Alberto Jorge Silva denunciou quatro participantes do Big Brother Brasil (BBB 21) ao Ministério Público Federal (MPF), nesta terça-feira (9/2). Segundo ele, Projota, Nego Di, Karol Conká e Lumena debocharam Xangô e cometeram crime de “ridicularização da sacralidade/religiosidade de matriz africana”.

A denúncia ocorreu após a circulação de um vídeo que mostra uma conversa entre Projota, Nego Di, Conká e Lumena. O diálogo aconteceu na madrugada desta terça.

Na conversa, os quatro relembram e ironizam falas de Lucas Penteado, ex-participante do BBB 21. Nego Di fez trocadilhos com o nome de Xangô. Na casa, Lucas dizia seguir a divindade.

De acordo com Alberto Jorge, que é coordenador geral da Articulação Amazônica dos Povos e Comunidades Tradicionais de Terreiro de Matriz Africana (Aratrama), os quatros feriram a sacralidade do candomblé, religião de matriz africana. O pai de santo criticou, principalmente, a atitude de Lumena, que teria iniciado jornada no candomblé há um ano.

Projota, Nego Di, Karol Conká e Lumena. Fotos: Reprodução/Rede Globo

“A Lumena, como sacerdotisa, como alguém que passou pelos mistérios, que passou pelo processo se sacralização, o que ela faz? Ela ri. Ela leva na galhofa”, disse, ao Portal Edilene Mafra. “Ela trata o Lucas com desprezo. Faltou sororidade para ela. Tanto que, quando o apresentador [Tiago Leifert] fala disso, ela cai no choro”, completou, numa referência a alertas feitos pelo apresentador aos participantes do BBB 21 depois que Lucas abandonou a casa.

Para demonstrar a gravidade das falas, Alberto Jorge fez uma comparação. “É a mesma coisa que um padre está numa rodada de pessoas cristãs e fazendo piada a cerca de um grande santo da Igreja Católica”, afirmou. “As pessoas estão fazendo piada, até de conotação sexual”, disse, em alusão à parte do vídeo em que Nego Di fala “xangozei”.

Ao expor o caso, o pai de santo se referiu aos quatro participantes como “pretos e pretas capitães do mato”. Segundo Alberto Jorge, eles posam de representantes dos afrodescendentes. “O estrago está feito em várias instâncias. É um estrago dentro do movimento negro. É um estrago dentro do meio artístico negro. E é um estrago muito grande dentro da sacralidade, dentro da religião. Isso sem falar que a Lumena é uma psicóloga”, disse, sobre o comportamento do quarteto no programa.

Na avaliação de Alberto Jorge, na tradição dele, Lumena seria suspensa das funções sacerdotais.

Assista ao vídeo que mostra a conversa:

COMPARTILHE