Manaus, 20 de outubro de 2021

TUDOPod

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Médico explica as causas da obstrução intestinal e como evitar e tratar o problema

Cirurgião geral Odicélio Silva, da Hapvida, tira dúvidas sobre o problema.

Por Edilene Mafra

Um dos assuntos mais repercutidos nesta semana foi o quadro de saúde do presidente Jair Bolsonaro. Ele foi diagnosticado com obstrução intestinal e internado para fazer tratamento. Para nós entendermos melhor os procedimentos pelos quais Jair Bolsonaro passa, procuramos um especialista que vai nos explicar o que é a obstrução intestinal.

Ouça o áudio desta matéria:

A obstrução intestinal é um problema que ocorre quando há um bloqueio da passagem do bolo fecal, ou seja, um bloqueio na passagem das fezes pelo intestino. Esse bloqueio pode ser parcial ou total, como explica o cirurgião geral Odicélio Silva, do Sistema Hapvida.

“A obstrução intestinal ocorre quando o conteúdo do intestino fica impossibilitado de passar normalmente pelo seu trajeto. A causa da obstrução intestinal pode ser uma compressão por tumor; pode ser pelo uso de medicamentos que diminuem a contratilidade do intestino; ou ainda pode ser uma compressão por tecido fibroso, ocasionando a diminuição do fluxo do intestino e esse tecido fibroso se forma normalmente quando o paciente faz múltiplas cirurgias abdominais”, disse.

Entre os sintomas da obstrução intestinal estão: fortes dores no abdômen, cólicas, enjoos e vômitos, prisão de ventre e soluços. De acordo com o médico, a obstrução intestinal pode ter várias causas.

“A obstrução intestinal não é um problema comum. Normalmente, ela só ocorre quando existe um fator obstrutivo, ou algo que impossibilite o funcionalmento do intestino de forma adequada”, informou.

O cirurgião geral Odicélio Silva, do Sistema Hapvida. Foto: Divulgação

O doutor Odicélio Silva esclarece que a obstrução no intestino nem sempre é um caso cirúrgico, e que o problema pode ser tratado com medicamentos dependendo do quadro do paciente.

“A obstrução intestinal é considerada um problema de saúde grave e o tratamento está relacionado diretamente à sua causa, podendo ser um tratamento clínico ou cirúrgico. O tratamento clínico é baseado no uso de sondas de descompressão, uso de medicamentos para melhorar os sintomas e, depois, para ajudar a recuperar a contratilidade intestinal, além de uma boa hidratação durante o período em que o paciente vai ficar em dieta zero. O jejum, nesse período do tratamento clínico, é muito importante”, afirmou.

“Se o tratamento for cirúrgico, por exemplo, quando a causa é um tumor obstruindo a alça do intestino, o tratamento será cirúrgico, com a retirada dessa massa intra-abdominal e, se possível, a reconstrução do intestino nesse mesmo tempo cirúrgico”, completou.

Para o médico, assim como outros males, a obstrução intestinal pode ser prevenida com bons hábitos, como fazer atividades físicas, beber bastante água e manter uma alimentação saudável com base em fibras.

“Para prevenir a obstrução intestinal é extremamente importante uma alimentação rica em fibras, associada a uma hidratação diária. Além disso, evitar alimentos ricos em gordura, ricos em condimentos, além, claro, de uma avaliação anual, com uma equipe médica. Dependendo da idade do paciente ou possíveis causas, esse paciente precisa fazer avaliação anual, precisa fazer um exame chamado colonoscopia e precisa fazer outros exames de imagem para ver como está o abdômen, se tem algo que possa levar a uma obstrução”, alertou.

Paulo Guerra e ouvintes, no caso de Jair Bolsonaro, especialistas atribuem a obstrução intestinal às cirurgias abdominais realizadas em decorrência do atentado que ele sofreu em 2018. Jair Bolsonaro chegou a passar por uma colostomia, que é uma abertura cirúrgica para ajudar na eliminação das fezes, e chegou a desenvolver uma hérnia.

Os problemas intestinais têm chamado a atenção do mundo. Recentemente, o Papa Francisco também foi diagnosticado com uma estenose diverticular do cólon, que é uma inflamação no intestino. O papa passou por tratamento cirúrgico no dia 4 de julho para retirar parte do intestino. Depois de ter passado dez dias internado, o pontífice recebeu alta na última quarta-feira, 14 de julho.

Sobre o médico

O cirurgião geral Odicélio Silva atua no Amazonas. Ele também atende pelo Sistema Hapvida.

O médico está registrado no Conselho Regional de Medicina (CRM) com o código ‘6546’. O contado para agendar consultas com o profissional é o (92) 99199-1808.

No Instagram, o perfil do médico é drodiceliosilva.

*Este conteúdo foi veiculado no Jornal da Manhã Edição de Domingo, da Rádio Difusora FM (96,9), deste domingo (18 de julho de 2021).

COMPARTILHE