Manaus, 12 de julho de 2024

Música

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook Foto: Reprodução/Facebook

Prefeito de Parintins e Boi Caprichoso lamentam partida do músico Sebastião Tapajós

Sebastião Tapajós morreu neste sábado (2/10), em Santarém (PA).

Da redação

O prefeito de Parintins, Frank Bi Garcia, e o Boi Caprichoso lamentaram o falecimento do violonista e compositor Sebastião Pena Marcião, conhecido como Sebastião Tapajós. O compositor paraense morreu neste sábado (2/10), em Santarém, no Estado do Pará.

Sebastião Tapajós era natural da cidade de Alenquer (PA), e estudou música em Lisboa, Portugal, além de guitarra, na Espanha, ambos países europeus.

Em 2018, o artista realizou uma apresentação especial durante o espetáculo ‘Sabedoria Popular: Uma Revolução Ancestral’, na arena do Bumbódromo, em Parintins, município do Amazonas. O espetáculo rendeu o bicampeonato ao Caprichoso.

Artista tocou ao lado da paraense Dona Onete, durante espetáculo do Boi Caprichoso, em 2018. Foto: Reprodução/Facebook

O boi-bumbá prestou uma homenagem ao violinista. “A nação azul e branca presta homenagem ao paraense ícone da música brasileira, com manifestação de luto aos familiares nesse momento doloroso de despedida. Descanse em paz, Sebastião Tapajós”, publicou Caprichoso.

Prefeitura de Parintins lamenta

Em nota de pesar, publicada na nas redes sociais, o prefeito de Parintins, Frank Bi Garcia, lamentou a perda do amigo.

“Sebastião era um amigo pessoal. Sempre admirei o seu talento e a sua simplicidade. Em vários momentos, tive o prazer de ouvi-lo dedilhando seu violão, encantado com a sua musicalidade. Com 50 discos lançados, foi um artista conhecido mundialmente, principalmente na Europa. O Brasil perde um dos maiores violonistas de sua história. A nossa Amazônia e nossa vizinha Santarém perdem um dos filhos mais ilustres”, escreveu.

O governador do Pará, Helder Barbalho, e o prefeito de Belém (PA), Edmilson Rodrigues, também manifestaram pesar pela morte de Sebastião Tapajós.

Violinista Sebastião Tapajós. Foto: Reprodução/Facebook

COMPARTILHE

error: Este conteúdo está protegido!