Manaus, 7 de agosto de 2022

Geral

Foto: Levy Asaf
Foto: Levy Asaf Foto: Levy Asaf

Jornalista Ricardo Lins recebe premiação da Academia de Letras e da Associação dos Escritores

Ricardo Lins é PhD de Comunicação Social e professor universitário.

Com informações da assessoria

O jornalista Ricardo Lins foi agraciado na primeira edição do Prêmio Arara Cultural 2022, realizada em Manaus. O evento é promovido pela Academia de Letras e Culturas da Amazônia (Alcama) e pela Associação Brasileira de Escritores e Poetas Pan-Amazônicos (ABEPPA).

A homenagem ocorreu no auditório do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), Zona Centro-Sul de Manaus.

Jornalista Ricardo Lins. Foto: Levy Asaf

Foram premiadas 40 personalidades da Cultura, das Artes, da Educação, do Empreendedorismo e das Ciências na Amazônia. A programação do evento foi elaborada pela Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom) e Conselho Municipal de Cultura (Concultura).

Ricardo Lins é PhD de Comunicação Social e professor universitário na Faculdade Martha Falcão Wyden, em Manaus.

Neste primeiro semestre de 2022, ele receberá a honraria de Cultura e Excelência na comunicação social. “Meu maior título sempre será professor. Isso me motiva a levantar todos os dias, fazer aulas inusitadas e motivar meus pupilos a superarem suas limitações, independentemente de onde eu estiver lecionando. Meus alunos são mais preciosos e valorosos que cifras”, disse o professor.

Em 2003, o jornalista recebeu convite para integrar a produção executiva e operacional do Reality Show “Survivor”, que teve a 6ª temporada (2003) gravada no Amazonas, e a 18ª temporada (2009) filmada no Tocantins.

Também recebeu o diploma de Honra ao Mérito por formar a primeira turma de comunicadores indígenas, naturais de 27 aldeias situadas em regiões próximas a São Gabriel da Cachoeira, no Amazoans.

Ricardo Lins foi, ainda, professor convidado das Universidades de Copenhagen (Dinamarca), Kings College (Londres), Universidade de Malmö (Suécia) e Pesquisador do Centro de Antropologia do Museu Britânico e do Museu de Etnologia de Munique.

COMPARTILHE