Manaus, 9 de agosto de 2022

Festival de Parintins

Foto: Prefeitura de Parintins
Foto: Prefeitura de Parintins Foto: Prefeitura de Parintins

Da Catedral ao Bumbódromo, conheça os pontos turísticos de Parintins

Confira a lista de pontos turísticos de Parintins.

Com informações da Amazonastur

Parintins, no Amazonas, é palco do que é considerado o maior evento cultural do Estado e recebe milhares de turistas todos os anos. Para ajudar quem visita a cidade, o Portal Edilene Mafra preparou uma lista com diferentes pontos turísticos de Parintins, que vão desde a Catedral de Nossa Senhora do Carmo até o Bumbódromo. Confira.

Vista aérea da cidade de Parintins, no Amazonas. Foto: Prefeitura de Parintins

PONTOS TURÍSTICOS DE PARINTINS

Bumbódromo

O Centro Cultural de Parintins, conhecido como Bumbódromo, é o palco das apresentações dos bois-bumbás Garantido e Caprichoso. A arena recebe a programação das três noites do que é considerado o maior evento cultural do Amazonas.

Sua estrutura lembra o formato de uma cabeça de boi estilizada, com capacidade, na arena, para 25.566 espectadores, segundo informações do Governo do Estado.

Criado em 1988, o espaço também garantiu à festa o título de Patrimônio Cultural do Brasil e expandiu a cultura amazonense para o mundo ver. O Bumbódromo se transforma no palco que dá vida às lendas, aos ritos e costumes do caboclo da Amazônia e é dividido com as cores oficiais da festa popular Azul (Caprichoso) e Vermelho (Garantido).

Após uma completa reestruturação em 2013, o espaço se transformou em Centro Cultural e passou a funcionar também como núcleo de formação técnica, com a implantação do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro. O local conta, ainda, com Sala Multiuso e Sala de Multimídia; com as Galerias de Artes Wandir Santos e Jair Mendes; Cineclube Odinéia Andrade; Biblioteca Fred Góes e Teatro de Bonecos; e com o Memorial dos Bumbás Caprichoso e Garantido.

O Bumbódromo funciona de segunda a sexta-feira, das 8h30 às 11h e das 14h30 às 17h, e aos sábados, das 14h às 17h. A arena fica localizada na Avenida Nações Unidas, s/n, Centro de Parintins.

Bumbódromo. Foto: Michael Dantas/SEC-AM

Curral Zeca Xibelão

A Casa do Boi Caprichoso, fica localizada no Centro de Parintins. O espaço conta com um grandioso palco e um Museu, onde é possível conhecer um pouco da história do bumbá por meio de fotos e exposições que formam uma linha do tempo.

Curral Zeca Xibelão. Foto: Arleison Cruz

Cidade Garantido

O curral do Boi Garantido fica localizado na Baixa do São José. O complexo conta com um enorme palco e uma sala de troféus, que ilustra a história das vitórias do boi garantido. Uma dica extra é visitar os fundos do espaço, para conferir uma vista espetacular do rio.

Cidade Garantido. Foto: Paulo Sicsu

Catedral de Nossa Senhora do Carmo: Santuário Amazônico

A Catedral de Nossa Senhora do Carmo, padroeira de Parintins, foi inaugurada em 1981, e mistura história, fé e cultura. A construção do Santuário Amazônico iniciou em 1958, com a campanha encabeçada pelo bispo Dom Arcanjo Cérqua e pela Juventude Alegre Católica (JAC). Somente em 1961, o templo religioso, projetado na Itália, passou a ser erguido.

O Festival Folclórico de Parintins foi criado para angariar recursos para a conclusão da obra da catedral. O maior templo de fé de Parintins atrai multidões de romeiros no período de 6 a 16 de julho, nos festejos de Nossa Senhora.

De acordo com a prefeitura, a obra possui 42 metros de altura e 176 degraus. A imagem da Padroeira de Parintins fica no topo da estrutura. Saiba mais sobre o santuário aqui.

A catedral abre todos os dias para missas. Segunda-feira às 19h; terça a sábado às 6h e às 19h; e domingo às 6h, 9h e às 19h. O Santuário Amazônico fica localizado na Avenida Amazonas, Centro de Parintins.

Catedral de Nossa Senhora do Carmo. Foto: Edilene Mafra/PEM

Mercado Municipal de Parintins

Inaugurado em 1937, o Mercado Municipal de Parintins foi ampliado e reinaugurado em maio de 2019. Uma das belezas arquitetônicas da ilha, fica situado às margens do rio Amazonas.

O espaço é o point ideal para o turista que quer se render à gastronomia amazonense e ter a oportunidade única de se deliciar com o famoso pão com tucumã e queijo coalho, ou com o ‘fritinho de crueira’, entre outras iguarias típicas da região. Também pode provar outro prato típico, o jaraqui frito com baião de dois.

Mercado Municipal de Parintins. Foto: Edilene Mafra/PEM

No mercado, o visitante também encontra diversas ervas naturais da Amazônia. O artesanato regional com colares, braceletes, brincos e os mais diversos produtos também podem ser contemplados e adquiridos no local.

O mercado municipal fica situado na Rua Benjamin da Silva, no Centro de Parintins.

Mercado de Parintins tem vista para o rio Amazonas. Foto: Edilene Mafra/PEM

Praça Cristo Redentor ou Praça Digital

A Praça Cristo Redentor é um dos belos cartões-postais de Parintins. Às margens do rio Amazonas, ao lado do Mercado Municipal da cidade, o local tem anfiteatro para apresentações de shows dos artistas locais, píer, além de bares e restaurantes com os típicos sabores regionais.

O atrativo ganhou o nome de Praça Digital, em 2007, quando Parintins ofereceu gratuitamente sinal de internet banda larga aos visitantes e moradores.

Praça digital de Parintins. Foto: Clóvis Miranda/Amazonastur

City Tour com triciclo

Durante o Festival Folclórico de Parintins, os tricicleiros oferecem um City Tour, roteiro especial que passa pelos principais pontos da cidade, oferecendo ao visitante a oportunidade de conhecer os melhores e mais icônicos locais da ilha Tupinambarana.

Os triciclos se tornaram o meio de transporte símbolo do município e do evento cultural. São estruturas metálicas cobertas e que se movem através do guidão de bicicletas. A estrutura acomoda até 3 passageiros.

Seus condutores recebem o título de tricicleiros e a categoria é reconhecida como Patrimônio Cultural e Imaterial do Amazonas.

Triciclos de Parintins. Foto: Divulgação/Secom

Praça do Comunas

A praça Judith Prestes, mais conhecida como ‘Praça do Comunas’, fica na orla de Parintins, próximo às margens do rio Amazonas. É uma das melhores localizações para apreciar o pôr do sol. Durante o festival, é o ponto de encontro dos torcedores durante o dia, que fazem o aquecimento para as noites no bumbódromo.

Praça dos Comunas. Foto: Clóvis Miranda/Amazonastur

Estação Planeta Parintins

O espaço cultural ‘Estação Planeta Parintins‘ oferece aos visitantes experiências gastronômicas e culturais. No local também é possível curtir exposições, obras de arte, artesanatos, além de ambientes com cenários ideais para fotografias temáticas.

O centro cultural abriga a sede do Grupo Amigos de Parintins e do Mundo, um restaurante e a Cooperativa Cultural Parintinense de Arte.

O Planeta Parintins funciona todos os dias da semana, das 6h às 16h. O espeço está ocalizado na Rua Silva Meireles, N.1569, Centro de Parintins, Amazonas. Saiba mais aqui.

‘Estação Planeta Parintins‘. Foto: Edilene Mafra/PEM

Píer dos Breves

O Píer dos Breves é um ambiente paradisíaco situado às margens do Lago Macurany. O espaço conta com diferentes serviços e atrativos.No local, os visitantes podem desfrutar de banhos nas águas do lago, redes e cadeiras relaxantes.

O espaço conta, ainda, com banheiros, bares e fast-food com comida regional.

Os visitantes podem acessar o Píer dos Breves, a partir das 9h, por via terrestre (estrada) ou fluvial, com embarcação a partir da Rua Maués, próximo ao Clube Caprichoso. O espaço exclusivo tem público limitado e o controle é feito por guarda-vidas e agentes de segurança.

Píer dos Breves. Foto: Divulgação

Balneário do Cantagalo

Na comunidade rural de Aninga, o balneário municipal do Cantagalo é um dos atrativos para o turista que quer fugir do calor e se refrescar na região. De fácil acesso e com um píer, o balneário oferece, no período do festival, shows dos bois Caprichoso e Garantido, e também bares e restaurantes.

Cantagalo. Foto: Yuri Pinheiro/Secom de Parintins

Paróquia do Sagrado Coração de Jesus

Com a construção da Catedral de Nossa Senhora do Carmo, o espaço religioso, que antes era a catedral da cidade, passou a ser chamado de Paróquia Sagrado Coração de Jesus. Fundado em 1945, o local proporciona uma bela paisagem de contemplação do rio Amazonas e ótima observação do pôr do sol.

Localizada em frente a escola mais tradicional de Parintins – Colégio Nossa Senhora do Carmo – a Igreja do Sagrado Coração de Jesus faz parte de um conjunto arquitetônico composto pelo Obelisco de Fundação da cidade e o Cruzeiro das Missões, edificações que representam o patrimônio histórico e edificado da cidade.

Paróquia Sagrado Coração de Jesus. Foto: Reprodução/Facebook

Vila Amazônia

A Vila Amazônia faz parte da história de Parintins, pois marca a chegada da comunidade nipônica no Amazonas. O local é habitado secularmente por inúmeras famílias de trabalhadores (pescadores, agricultores e extratores). Fica a 20 minutos de barco da cidade e é banhada pelo rio Amazonas e pelo Paraná do Ramos.

A importância histórica desse lugar está relacionada ao apogeu da juta no Amazonas nas décadas de 1930 e 1940.

Hoje, a sede da Vila Amazônia é o ponto de partida de uma rodovia que dá acesso de Parintins ao estado do Pará, chegando até a localidade de Serra da Valéria, no limite do Amazonas e entrando no estado vizinho a partir da cidade de Juruti.

Vila Amazônia. Foto: Reprodução/Facebook

Praça Eduardo Ribeiro

Há algumas décadas atrás, a Praça Eduardo Ribeiro ficou conhecida como a Praça da Prefeitura, por ser situada ao lado da antiga sede da prefeitura de Parintins. O local é um dos atrativos da cidade, principalmente para o visitante que chega por via fluvial.

Durante o festival, o local abriga a Feira de Artesanato Indígena, onde é possível adquirir obras primas feitas pelos artistas parintinenses.

Praça Eduardo Ribeiro. Foto: Clóvis Miranda/Amazonastur

VÍDEO

No vídeo abaixo e Miss Brasil 2018 e atual primeira-dama do Município de Parintins, mostra alguns dos pontos turísticos citados na matéria. Assista:

*Parte das informações são da Amazonastur.

COMPARTILHE