Manaus, 16 de agosto de 2022

Festival de Parintins

Fotos: Michael Dantas/SEC-AM
Fotos: Michael Dantas/SEC-AM Fotos: Michael Dantas/SEC-AM

Apuração do Festival de Parintins 2022 será aberta ao público

Apuração ocorre nesta segunda-feira, a partir das 14h.

Com informações da assessoria

As galeras do Caprichoso e Garantido irão acompanhar a apuração do Festival de Parintins 2022 do Bumbódromo da Ilha Tupinambarana. O momento mais esperado do maior festival de todos os tempos acontece nesta segunda-feira (27/6), a partir das 14h e será aberta ao público.

O espetáculo parintinense é realizado pelo Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa. De acordo com o secretário da pasta, Marcos Apolo Muniz, uma grande estrutura foi preparada para receber todos os torcedores apaixonados pelo Festival Folclórico de Parintins.

Bois Garantido e Caprichoso. Fotos: Michael Dantas/SEC-AM

Do centro da arena, os torcedores poderão acompanhar ponto a ponto, pelo telão, as notas de cada um dos 21 itens avaliados pelos dez jurados.

“Nesse ano vamos receber as torcidas dos bois na arena, cada um do seu lado, com toda segurança. O portão será aberto a partir das 12h30. O governador Wilson Lima orientou que todos os órgãos possam dar todo o suporte para que o campeão possa ser anunciado e, desta forma, as torcidas possam comemorar”, informa o titular da pasta da Cultura e Economia Criativa.

A secretaria abre, ao meio-dia, o portão de entrada das alegorias para o público. A equipe do órgão realizará a triagem e irá direcionar os torcedores dentro do Bumbódromo.

Troféus do Festival de Parintins 2022. Foto: Michael Dantas/SEC-AM

Troféu

Os troféus de Campeão, Vice-Campeão, Galera Campeã e Galera Vice-Campeã, além do troféu em homenagem ao governador do Amazonas, Wilson Lima, foram feitos em madeira e acrílico pelo designer parintinense Fram Canto. É a quarta vez que o profissional confecciona o item mais desejado do Festival Folclórico de Parintins.

As peças pesam cerca de 35 quilos, têm 90 centímetros de altura e foram feitas a partir de madeira proveniente de manejo florestal. A inspiração veio do tema dos dois bois, que exaltam a preservação da floresta amazônica. Angelim, pau-d’arco e itaúba foram as espécies escolhidas pelo designer.

“Eu utilizei itens para demonstrar que a natureza sempre estará presente na luta, nessa bandeira, que o Festival Folclórico de Parintins levanta todos os anos, principalmente sobre a preservação das florestas e dos nossos rios”, afirma o designer.

COMPARTILHE