Manaus, 12 de julho de 2024

Festivais

Foto: Aguilar Abecassis
Foto: Aguilar Abecassis Foto: Aguilar Abecassis

‘Amazonas Green Jazz Festival 2023’ começa nesta sexta em Manaus

A programação começa às 20h e ocorre no Teatro Amazonas.

Com informações da assessoria

O ‘Amazonas Green Jazz Festival 2023‘ começa nesta sexta-feira, 21 de julho, em Manaus. A abertura conta com um espetáculo inédito, além de uma apresentação internacional. A programação começa às 20h e ocorre no Teatro Amazonas. Os ingressos estão à venda.

A noite de abertura terá o espetáculo inédito ‘Amazônia Verde Para Sempre‘ e show do grupo nova-iorquino Camille Thurman with The Darrell Green Quartet.

Foto: Aguilar Abecassis

ESPETÁCULO INÉDITO

No espetáculo de abertura do festival acontecerá algo inédito. Será a união dos 63 membros do Coral do Amazonas com os 22 artistas da Amazonas Band e os dois regentes, Otávio Simões e Rui Carvalho, respectivamente.

Com essa união serão apresentadas as músicas de autoria do compositor e trompetista Ed Sarath, norte-americano, mundialmente premiado.

A banda e o coral, juntos com os regentes, vão estrear as obras de Ed Sarath elaboradas com base nos poemas ‘Constatação’ e ‘Uma Vida’, do escritor amazonense Anibal Beça.

Também serão apresentadas as composições ‘Crystal Palace’ e ‘Shirodara’, já gravadas pela London Jazz Orquestra.

Além disso, o grupo anfitrião do festival de jazz, a Amazonas Band, e o Coral do Amazonas farão a estreia mundial da suíte ‘Amazônia Verde Para Sempre’, também de autoria de Ed Sarath, dedicada ao Amazonas e ao Amazonas Green Jazz Festival.

APRESENTAÇÃO INTERNACIONAL

Em seguida, às 21h30, é a vez do grupo nova-iorquino Camille Thurman with The Darrell Green Quartet subir ao público.

Considerada uma das principais vozes femininas em ascendência internacional, Camille Thurman coleciona os prêmios ‘Outstanding Jazz Album’ e o ‘Jazz Song with Vocals’, ambos de 2019.

“Quem estiver presente vai conferir o que há de melhor no cenário da Big Apple”, destacou a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Amazonas (SEC-AM).

A artista une a sua voz potente com saxofone e outros instrumentos musicais característicos do jazz.

O diretor artístico do Amazonas Green Jazz Festival, o maestro português Rui Carvalho, ressaltou que a noite será única para os amantes da boa música.

“Não se trata apenas de uma estreia de espetáculo, pois a nossa missão inclui o despertar crítico e cultural para quem está nos escutando. Será um espetáculo de abertura riquíssimo, cheio de surpresas e momentos inesquecíveis para o público”, adianto.

INGRESSOS

O Teatro Amazonas está localizado no Largo São Sebastião, Centro de Manaus.

Os ingressos têm valores a partir de R$ 10. A venda presencial ocorre na bilheteria do Teatro Amazonas.

Já a venda online acontece no site shopingressos.com.br.

EXPOSIÇÃO

Nesta sexta-feira, o Amazonas Green Jazz Festival também promoverá uma exposição imersiva na área de desembarque do Aeroporto Internacional de Manaus Eduardo Gomes.

No local, haverá uma exposição de realidade aumentada, onde o visitante baixa um aplicativo pelo celular, aponta a câmera do aparelho para as imagens e consegue conferir vídeos sobre os atrativos do festival.

A entrada é gratuita para participar da exposição, que ficará no aeroporto até o dia 30 de julho.

A programação do festival também conta com:

  • Casa do Jazz, que possui exposições sobre o tema,
  • Jazz no Flutuante com shows gratuitos às margens do Rio Negro,
  • BuritiJazz com pocket shows e
  • programação de shows com mais de 20 artistas nacionais e internacionais de jazz.

Esta edição também terá espaço instagramável que simula um teclado entre nuvens para que as pessoas possam fazer fotos.

AMAZONAS GREEN JAZZ FESTIVAL

O Amazonas Green Jazz Festival é o maior festival do gênero da América Latina. A edição deste ano, intitulada ‘Ella’s’, faz uma homenagem às vozes femininas do jazz, com uma ampla programação entre os dias 21 e 30 de julho, no Teatro Amazonas, situado no Centro de Manaus.

O evento é uma realização do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa e da Agência Amazonense de Desenvolvimento Cultural. Além disso, tem apoio da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Manauara Shopping e Hotel Juma Ópera, com produção da Iai Promoções.

COMPARTILHE

error: Este conteúdo está protegido!