Manaus, 9 de dezembro de 2022

Esportes

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Rony exibe bandeira do Pará após Palmeiras virar bicampeão da Libertadores

Verdão fez 1 a 0 no Santos, e comemorou no Maracanã.

Da redação

O Palmeiras fez 1 a 0 sobre o Santos e é bicampeão da Copa Libertadores. O gol saiu da vitória foi marcado por Breno Lopes aos 53 minutos da etapa final. Decisivo na conquista, o atacante Rony celebrou a vitória do Alviverde exibindo a bandeira do Pará.

A decisão que deu a vitória ao Palmeiras ocorreu na tarde deste sábado (30/01), no Maracanã. Ao publicar uma foto com a bandeira paraense, Rony, natural do município de Magalhães Barata, escreveu: “Essa postagem é especial para o meu Pará, especialmente para a minha Vila Quadros, em Magalhães Barata. Tenho orgulho de onde sai e representá-los. Minha mãe, meus irmãos, minha família. Amo vcs, amo meu povo, amo meu Pará. SOMOS CAMPEÕES”.

Rony exibindo a bandeira do Pará, após a vitória do Palmeiras. Foto: Divulgação

O jogo

Conforme a Agência Brasil, o primeiro tempo foi marcado por muito equilíbrio. Cuca, técnico do Santos, apostou em uma equipe mais marcadora com Sandry reforçando o meio.

Mesmo assim, foi o Peixe que começou ameaçando mais. A primeira finalização foi do lateral Pará. Só que, logo na sequência, o Palmeiras já equilibrou o jogo. Teve uma chance com Rony, outra com Gómez de cabeça.

A partida seguiu muito disputada no meio de campo, até os 36 minutos. Foi aí que o lateral-direito Marcos Rocha achou o meia Raphael Veiga na área. Ele bateu, mas a bola passou perto. Logo depois, Marinho quase abriu o placar para o Santos.

Rony com a bandeira do Pará, após a vitória do Palmeiras. Foto: Divulgação

Na volta do intervalo, aos dois minutos, o centroavante Luiz Adriano ficou cara a cara com o goleiro John do Santos. Mas a jogada foi anulada por impedimento. Cinco minutos depois, Gabriel Menino cruzou na área e, por muito pouco, o atacante Rony não tocou na bola para marcar o gol do Verdão.

Aos 13, foi a vez do Santos ameaçar. Soteldo rolou para Marinho. Ele cruzou na área e o zagueiro Lucas Veríssimo, sozinho, desviou para fora perdendo grande chance.

Aos 18, o meia Raphael Veiga bateu forte de fora da área. A bola bateu na rede do Santos, mas pelo lado de fora. Aos 31, o Santos teve as melhores chances. Pituca bateu forte da entrada da área e o goleiro Weverton salvou. Na sequência, Felipe Jonatan mandou uma bomba de muito longe e a bola raspou a trave esquerda do gol palmeirense.

Rony celebrou a vitória do Palmeiras na Libertadores. Foto: Divulgação

Aos 50 minutos, aconteceu um lance que mudou o destino do jogo. Cuca, técnico do Santos, acabou se enrolando com o lateral-direito Marcos Rocha fora do campo e recebeu o cartão vermelho. Depois de muita reclamação, o jogo recomeçou e o atacante Rony, pela direita, colocou a bola na cabeça do Breno Lopes. Na segunda trave, o centroavante ganhou o lateral Pará e encobriu o goleiro John com um belo toque de cabeça no canto esquerdo.

Quis o destino que um atleta anunciado pelo Palmeiras no dia 10 de novembro vindo do Juventude de Caxias do Sul marcasse o gol do título. Depois o Maracanã foi tomado por muita festa dos palmeirenses e muita lamentação dos santistas.

Agora as atenções palmeirenses se voltam para o Mundial de clubes. A competição já começa na próxima quinta-feira (4 de fevereiro). O primeiro jogo do Palmeiras será no domingo (7/2) contra o vencedor de Tigres do México e Ulsan Hyundai do Catar. A decisão do terceiro lugar e a grande final estão marcadas para quinta-feira (11/02).

COMPARTILHE