Manaus, 6 de julho de 2022

Cultura

Fotos: Reprodução
Fotos: Reprodução Fotos: Reprodução

Vacina contra Covid-19 reacende esperança de artistas amazonenses

Artistas falaram sobre projetos para o futuro após a imunização massiva.

Por Stephane Simões

O início da vacinação contra Covid-19 reacendeu a esperança de muitos brasileiros. O Portal Edilene Mafra conversou com alguns artistas de segmentos culturais distintos para saber os planos e projetos para o futuro, supondo que a maior parte da população esteja imunizada nos próximos meses e que a vacinação traga resultados.

O ator e músico amazonense Begê Muniz disse que, entre seus planos, está a projeção do seu curta-metragem ‘Jamary’, que está sendo finalizado. “Seria uma volta positiva poder está no cinema novamente celebrando esse recomeço, principalmente pra classe artística. Além de matar a saudade de está em um cinema, pra assistir um filme”, disse.

A cantora amazonense Raylla Araújo falou que ainda não tem como prever como serão os próximos meses. “Mas vamos manter a esperança que tudo dará certo, e pedir a Deus que a vacina chegue para todos, e o Amazonas volte ao normal”, completou.

Da esquerda para a direita: Aline Cassiano, Begê Muniz, Raylla Araújo e Márcio Braz. Fotos: Reprodução

A atriz Aline Cassiano sofreu perdas na família e ainda tem familiares lutando para vencer a Covid-19. Ela mantém a esperança de reunir-se com toda família, celebrar a vida e agradecer.

“No momento, nem estamos conseguindo viver nosso luto. Perdemos dois entes queridos e estamos tentando salvar quatro pessoas fundamentais na nossa vida, minha vozinha, de 94 anos, meu primo, minha tia e minha irmã. Acho que a palavra ‘oxigênio’ diz tudo”, acrescentou.

Para o ator, diretor e cientista social Márcio Braz, a categoria artística foi a mais afetada pela pandemia da Covid-19. Shows galerias, exposições, festas de ruas e festivais tiveram que ser cancelados ou adiados.

“Isso estagnou, deixou o pessoal em maus bocados. Então, o que eu pretendo fazer quando nós tivermos uma imunização, acho que até total da população, é retomar as atividades aos poucos. Tenho projetos de peça de teatro, de musical, de direção de um show. Essas são as primeiras coisas. Eu acho que o público tá bem ansioso por essa volta das atividades presenciais. Mas, isso tudo com muita cautela e seguindo toda as orientações devidas”, acrescentou.

COMPARTILHE