Manaus, 20 de setembro de 2021

Cultura

Foto: Michael Dantas/SEC-AM
Foto: Michael Dantas/SEC-AM Foto: Michael Dantas/SEC-AM

SEC-AM entrega auxílio estadual para classe artística em Parintins, Barreirinha e Nhamundá

Ao todo, 253 profissionais foram contemplados nos três municípios.

Com informações da assessoria

A Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Amazonas (SEC-AM) entregou cartões do auxílio estadual para a classe artística em Parintins, Barreirinha e Nhamundá, na quinta e sexta-feira (29 e 30/7). De acordo com o Governo do Amazonas, ao todo, 253 pessoas foram contempladas nos três municípios. 
 
O secretário Marcos Apolo Muniz, informou que o benefício, no valor de R$ 600, pago em três parcelas de R$ 200 mensais, já contemplou mais de 600 profissionais da cadeia produtiva da cultura e economia criativa, aptos a receber o recurso. 

Na foto, secretário Marcos Apolo conversa com artistas do Boi Caprichoso. Foto: Michael Dantas/SEC-AM

“O Governo do Amazonas está cada vez mais perto dos artistas do interior, com recursos financeiros por meio do auxílio estadual e de editais oferecidos pela secretaria. É muito importante alcançar essas pessoas que estão, desde o início da pandemia, sem renda e nem sempre têm acesso fácil”, avaliou o secretário. “Cumprimos um cronograma nos municípios para atender o máximo de trabalhadores”, acrescentou.
 
Em Parintins, a entrega aconteceu nas sedes dos bois Caprichoso e Garantido e na unidade do Liceu de Artes e Ofícios Claudio Santoro, no Bumbódromo. Foram entregues 176 cartões do auxílio estadual na cidade.  
 
O artista plástico Algles Ferreira, que atua no Boi Caprichoso há 27 anos, destacu que a ação contribui para dar conforto para as famílias dos trabalhadores. 
 
“A pandemia nos prendeu. Da área de eventos, não conseguimos mais trabalhar. Não tivemos Festival em Parintins e não pudemos viajar para trabalhar no Carnaval do Rio de Janeiro, mas, graças a Deus, essas iniciativas vieram para contemplar nossa categoria”, comentou.

SEC-AM entregou auxílio estadual para classe artística em Parintins, Barreirinha e Nhamundá. Foto: Michael Dantas/SEC-AM

“Como profissional da arte, fico muito feliz com esse momento, de ver as pessoas felizes com o cartão na mão, porque nos unimos para que mais artistas pudessem ser contemplados. Sinto gratidão por conseguir ajudar nossas famílias”, disse o artista.
 
Do lado do Boi Garantido, o artista plástico Aldemir Barros reforçou que a união foi fundamental para superar a crise financeira. “Tivemos que nos reinventar neste período sem trabalho. Além da ajuda de diferentes frentes, também nos unimos para vender nossa arte, nossos produtos. Agora, com o auxílio, ganhamos um novo fôlego”, afirmou.  

Para o artista visual Luciano Rodrigues, o auxílio estadual veio como um alívio. Ele contou que trabalha com pintura e escultura e, durante a pandemia, encontrou nas redes sociais uma forma de vender as obras.  
 
“Esse cartão vai trazer mais segurança em tempos de desemprego, vai ajudar nas finanças e contribuir para produção do nosso trabalho”, ressaltou. “Durante o isolamento, eu produzi direto, já pensando nas oportunidades que podiam aparecer por meio de editais e chegou esse momento”, disse Luciano. 

Em Barreirinha, 60 cartões foram entregues no Centro Cultural João Bezerra dos Santos, o Touródromo; enquanto em Nhamundá, 17 pessoas foram contempladas na sede da Secretaria Municipal de Cultura.
 
A artesã Marta Vieira Lima, a Ariá na língua Sateré-Mawé, adiantou que, com o recurso financeiro, vai comprar material para confecção de produtos de artesanato.  
 
“O artesanato passou de geração em geração na minha família e a produção não pode parar. Ficamos um tempo em casa, sem ter como expor e vender, mas chegou o momento de apresentar nossos produtos novamente, graças a Deus temos essa oportunidade para compra de material”, comentou. 
 
Até o momento, o Governo do Estado entregou os trabalhadores da cultura já foram entregues, ao todo, 692 cartões, sendo 297 para Manaus e 395 para o interior. A equipe técnica da Secretaria de Cultura e Economia Criativa também passou pelos municípios de Manacapuru, Manaquiri, Rio Preto da Eva, Itacoatiara, Urucurituba, Presidente Figueiredo, Beruri e Iranduba.

COMPARTILHE