Manaus, 8 de dezembro de 2022

Cultura

Foto: Ingrid Anne/Manauscult
Foto: Ingrid Anne/Manauscult Foto: Ingrid Anne/Manauscult

Carnaval 2022: saiba o que as escolas do Grupo Especial vão apresentar em Manaus

A Crítica transmite. Público de até 3 mil pode ver presencialmente.

Por Edilene Mafra e Eliena Monteiro

As escolas de samba do Grupo Especial de Manaus vão se apresentar neste sábado (19/3). O Carnaval 2022 não vale título nem segue o modelo tradicional. Em conversa com representantes das agremiações, o Portal Edilene Mafra teve acesso a detalhes do que será apresentado. Confira, a seguir.

Os desfiles do Grupo Especial contam com oito escolas e ocorrerá no Centro de Convenções Professor Gilberto Mestrinho, o Sambódromo de Manaus. Fazem parte desse grupo: Vila da Barra, Primos da Ilha, Andanças de Ciganos, Reino Unido da Liberdade, Mocidade Independente de Aparecida, A Grande Família, Unidos do Alvorada e Vitória Régia.

Conforme o cronograma divulgado pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Amazonas (SEC-AM), as apresentações começam às 20h deste sábado e se encerram antes das 2h da madrugada de domingo (20/3).

Parte das escolas de samba vai manter os enredos de 2022. Outras decidiram relembrar sucessos de grandes carnavais ou resumir o que será apresentado em 2023, ano em que o Carnaval de Manaus volta ao modelo tradicional.

Foto: Ingrid Anne/Manauscult

SAIBA O QUE AS ESCOLAS VÃO APRESENTAR:

Vila da Barra

A Vila da Barra abre as apresentações do Carnaval 2022 em Manaus. A escola vai apresentar o enredo ‘Linha de frente’, que faz uma homenagem aos profissionais que atuaram ‘na linha de frente’ da pandemia da Covid-19.

Primos da Ilha 

A Primos da Ilha vai homenagear o patrono e fundador da escola, José Azevedo, que também fundou o Grupo TV Lar. Com o tema ‘D’Além-Mar o Amazonas Conquistou José Azevedo o Legado de um Gajo Sonhador’, a escola mantém a apresentação do enredo de 2022.

Andanças de Ciganos 

O presidente da Andanças de Ciganos, Vilson Benayon, informou que a escola vai apresentar o enredo de 2022, mas de forma simples e reduzida. A escola leva para a avenida ‘história, religião e cultura’.

“Iremos executar, de forma simplória, o enredo do Carnaval 2022. Iremos falar dos templos. Infelizmente, devido à pandemia, nós não tivemos a oportunidade de apresentar esse enredo em desfile de carnaval”, disse.

“Nós não iremos usar esse enredo em 2023, porque, de acordo com o nosso cronograma, nós já temos um enredo pré-definido que, inclusive, já está sendo trabalhado para execução no desfile de Carnaval de 2023”, completou.

Reino Unido da Liberdade  

Embora tenha mantido segredo os detalhes da apresentação deste ano, a Reino Unido adiantou algumas informações que ajudam a entender o que vai ser mostrado no Sambódromo.

A escola não vai apresentar o enredo de 2022, ou seja, a homenagem ao cantor Zezinho Corrêa ficará para 2023. “Hoje, a gente vai fazer uma apresentação dos 13 sambas campeões da Reino Unido, começando por 1989, falando de Mãe Zumira, que foi o primeiro título do Grupo Especial até o 13 título, que foi em 2019, que também recontou a história da Mãe Zumira”, informou a assessoria de comunicação.

Mocidade Independente de Aparecida  

A escola de samba reunirá uma ala com 400 pessoas e fará uma apresentação resumida de 40 minutos. Campeã do Carnaval 2020, o mais recente em Manaus, a Aparecida não vai apresentar o enredo de 2022. “Nós deixamos para 2023, até porque nós estamos com uma parte da escola já praticamente trabalhada, como o samba-enredo. Então, resolvemos usar a live de uma outra forma”, disse Rivaldo Pereira, da diretoria de eventos da agremiação.

Em nove sambas, a Aparecida vai relembrar a história da escola. “Estamos levando um tripé com uma comissão de frente, que representa o nosso último enredo, ‘Rituais’, e os 14 bailarinos da comissão de frente vão fazer o ritual da vida, do amor, da paz, da esperança”, destacou Rivaldo.

A imagem de Nossa Senhora Aparecida abre a apresentação, que terá como tema “Saudade de ti, minha Aparecida”. A escola também homenageará as pessoas que partiram na pandemia. “Ela leva como lembrança a saudade dos carnavais, dos membros da escola que se foram, as nossas baianas, nossos ritmistas, várias pessoas da comunidade”, finalizou.

A Grande Família 

Nas redes sociais, a Grande Família informou que exaltará os 36 anos da escola. “Dia de celebrar nossa história, nossa fé e raiz, celeiro de bambas e desfiles que jamais esqueceremos. Herança repassada de geração em geração com o Puro Sentimento de ser vermelho e branco. Viva a A Grande Família, viva o Padroeiro São José, e viva a nossa raiz, nosso amado bairro São José Operário”, destacou a agremiação.

Unidos do Alvorada

O Portal aguarda as informações da escola de samba.

Vitória Régia

A Vitória Régia encerra as apresentações, levando para o Sambódromo o enredo ‘Vidas negras importam’. Com a apresentação, a escola vai falar de rituais africanos e fará homenagens a ícones da luta pela igualdade racial, como Cartola Nelson Mandela.

A agremiação terá uma Ala dos Protótipo, representando as 20 alas que desfilariam se houvesse o desfile completo.

Confira a ordem e horários de apresentação

Grupo Especial – Sábado (19/3)

20h – G.R.E.S. Vila da Barra

20h45 – G.R.C. Primos da Ilha

21h30 – G.S.R.E.S. Andanças de Ciganos

22h15 – G.R.E.S. Reino Unido da Liberdade

23h – G.R.E.S. Mocidade Independente de Aparecida

23h45 – G.C.R.E.S. A Grande Família

00h30 – G.R.E.S. Unidos do Alvorada

01h15 – G.R.E.S. Vitória Régia

Público

O Governo do Amazonas liberou um público de até 3 mil pessoas para assistir aos desfiles presencialmente. O acesso ao Sambódromo será por ordem de chegada.

O público contará com duas entradas. Uma está localizada na Rua Jornalista Flaviano Limongi (entre o Sambódromo e a Arena da Amazônia Vivaldo Lima) e a outra, disponível pela Avenida do Samba (escada das baianas).

Transmissão ao vivo

As apresentações deste sábado vão ser transmitidas ao vivo pela TV A Crítica. O canal da TV A Crítica em Manaus é 4.1 na TV aberta, 514 na NET e 504 na Vivo.

Em Belém, capital do Pará, o sinal é pelo canal 40.1. Já em Belo Horizonte, a emissora transmite pelo canal 31.1.

A TV A Crítica também transmitirá as apresentações pelo canal da emissora no YouTube.

COMPARTILHE