Manaus, 20 de outubro de 2021

Cultura

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Artesã cria coleção de bonecos inspirados nas lendas da Amazônia

Rafaela Souza criou as peças a partir das histórias mais populares.

Da redação

A artesã amazonense Rafaela Souza criou sua primeira coleção de bonecos inspirados nas lendas da Amazônia. Além de divertidas, as peças trazem informação, agregando caráter lúdico.

Rafaela Souza, criadora da Potyra Acessórios, empresa especializada em peças de caráter exclusivo e com teor amazônico, a coleção é voltada para as crianças. “Desenvolvi as peças para esse público porque sou mãe e sei que as crianças adoram descobrir coisas, novos mundos e novas histórias”, disse a artista.

O material foi confeccionado em tecido feltro. A coleção busca incentivar o imaginário dos pequenos e despertar a atenção para o universo amazônico.

“Desenvolver um trabalho como esse é uma forma de incentivar as crianças a conhecerem nossa cultura e ao mesmo tempo valorizar o que temos de mais atraente e criativo”, reforçou Rafaela.

Artesã criou coleção de bonecos inspirados nas lendas da Amazônia. Foto: Divulgação

Personagens

Rica em folclore popular, a Região Norte apresenta dezenas de histórias de mitos e seres fantásticos da mata e do rio. Rafaela criou as peças a partir das histórias mais populares.

“Se formos parar para criar tudo o que a Amazônia oferece, será preciso muito tempo para dar conta do recado. São muitas lendas. Haja inspiração!”, afirmou, com bom humor.

Compõem a coleção o Curupira, o Boi Tatá, a lenda da Vitória-Régia, o terrível Mapinguari e, claro, o sedutor Boto. Todos muito simpáticos.

Rafaela criou as peças a partir das histórias mais populares. Foto: Divulgação

“São personagens muito populares no Brasil todo e acredito que irão fazer sucesso afinal. Não tem como não achar fofo o material”, ressaltou a artesã.

Rafaela avalia a possibilidade de expandir a coleção para outras lendas da cultura amazônica. “Vamos primeiro sentir os resultados dessa primeira leva de produtos e avaliar a receptividade do público”, explicou. “Mas, é claro que minha cabeça está fervilhando com outras ideias para dar forma a mais lendas da nossa Amazônia, vamos esperar”, destacou.

Os produtos podem ser adquiridos via pré-venda, mas os detalhes da compra ainda não foram divulgados.

COMPARTILHE