Manaus, 28 de novembro de 2022

Cinema

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Jornalista amazonense produz curta de ficção inspirado no isolamento social

O curta de Deiny Sousa retrata o medo, a solidão e as reflexões.

Da redação

A jornalista e produtora audiovisual Deiny Sousa começou a pré-produção do seu primeiro curta de ficção inspirado no isolamento social. O roteiro surgiu a partir do poema ‘Minhas Janelas’, escrito pela amazonense.

A pré-produção teve início na primeira semana de dezembro, com adaptações aos novos modelos de produção, por meio de videoconferência.

O curta retrata o medo, a solidão e as reflexões feitas pelo olhar a partir da janela. O objetivo é promover uma reflexão sobre o isolamento social e suas consequências físicas, sociais, econômicas e psicológicas na vida das pessoas no contexto da pandemia da Covid-19.

O filme descreve a percepção subjetiva, dos conflitos, angústias, e dilemas vividos por uma professora pertencente ao grupo de risco da Covid-19, durante o distanciamento social na cidade de Manaus.

O curta de Deiny Sousa retrata o medo, a solidão e as reflexões. Foto: Divulgação

Mesmo sendo um filme de ficção, o curta ‘Minha Janela’ aborda temática atual, que busca criar uma identidade com público e ao mesmo tempo representa o drama vivenciado por muitas pessoas no período da pandemia. “A ideia é provocar um debate de extrema relevância social do momento que estamos vivenciando chamando a atenção para o autocuidado e à empatia que é tão necessária nesses tempos fatídicos”, explicou a autora do projeto.

Deiny Sousa é especialista em audiovisual e cinema, já produziu e roteirizou vídeos em diversos segmentos. Entre seus trabalhos mais recentes está a produção e direção do filme publicitário para a ‘Campanha Puxirum Manauara’, que destaca as ações emergenciais para pessoas atingidas pela pandemia.

O projeto do curta-metragem ‘Minha Janela’ conta com o apoio da Prefeitura de Manaus e do governo federal, por meio do Edital Concurso-Prêmio Manaus de Conexões Culturais 2020 – Lei Aldir Blanc.

A pré-produção teve início na primeira semana de dezembro. Foto: Divulgação

Equipe

O curta terá Deiny Sousa como diretora e roteirista. Marilene Silva fará a direção de fotografia e Gláuria Sobreira, assistência de direção. A direção de produção será feita por Joyce Belleza. A pesquisa é do psicólogo Erasmo Sousa, e a produção executiva, de Delma Lima. No elenco principal estão confirmados Ítala Lima e Denis Lopes.

COMPARTILHE