Manaus, 8 de dezembro de 2022

Cinema

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação Foto: Divulgação

‘CineSolarzinho’ chega a Manaus com atividades culturais e sessões gratuitas de cinema

Programação começa na quinta (6/10) e segue até 13 de outubro.

Com informações da assessoria

O ‘CineSolarzinho’ chega a Manaus com atividades culturais e sessões gratuitas de cinema. Pela primeira vez no Amazonas, com patrocínio da 3M, o projeto vai exibir curtas-metragens e o filme ‘Não Pareço Cientista’, a partir de quinta-feira (6/10) até 13 de outubro. Confira a programação ao final da matéria.

Além disso, crianças e jovens da Escola Estadual Samuel Benchimol, da Casa Mamãe Margarida e da ADCAM – Escola do Futuro participam de uma oficina com temática socioambiental e produzem curtas que serão exibidos nas sessões, que têm entrada gratuita e distribuição de pipoca.

CineSolarzinho. Foto: Divulgação

Em todas as atividades e no cinema, o público pode conhecer a estação móvel de ciências, arte, tecnologia, sustentabilidade e cultura de paz, instalada no próprio veículo que carrega todo o cinema e que tem muitas atrações para toda a família.

A 3ª edição do CineSolarzinho é viabilizada pela Lei Federal de Incentivo à Cultura, com patrocínio da 3M e apoio da Casa Mamãe Margarida, Paróquia São José Operário Leste Manaus (AM), Espaço Infante Cultural e da Unesco Brasil, e é realizada pela Brazucah Produções e pelo Ministério do Turismo.

CineSolar. Foto: Divulgação

CineSolar

O CineSolar – que tem a versão CineSolarzinho para o público infantil – é o primeiro cinema itinerante do Brasil movido a energia limpa e renovável: a energia solar. Funciona através de duas vans, batizadas de Tupã e Mahura, que foram grafitadas e adaptadas com as placas fotovoltaicas e o sistema de conversão de energia e armazenamento, com 20 horas de autonomia. Cada sprinter também carrega 110 cadeiras e banquetas para o público e todo o sistema de som e projeção para o cinema.

Além de tudo isso, o espaço se transforma em uma sala de aula onde o público é convidado a entender, de maneira descontraída e divertida, como a luz do sol se transforma em energia elétrica. Os infográficos, a iluminação e a decoração especial – feita com materiais reciclados e objetos com princípios de magnetismo e eletricidade como laser e bola de plasma – são uma atração à parte, que encanta pessoas de todas as idades.

CineSolarzinho. Foto: Divulgação

“O tema da energia solar ainda é novo e gera muita curiosidade. Na visita, todos podem ver o caminho que a luz do sol percorre, desde as placas instaladas no teto da van, os cabos, as baterias, o controlador e o inversor de carga, fica tudo acessível e as crianças adoram”, diz Cynthia Alario, coordenadora e idealizadora do CineSolar.

O projeto viaja por várias regiões do país para realizar sessões gratuitas de cinema, com o objetivo de democratizar o acesso às produções audiovisuais (principalmente nacionais), promover ações e práticas sustentáveis, a inclusão social, difundir a tecnologia da geração de energia fotovoltaica e levar alegria com a temática socioambiental a todas as pessoas.

“O desenvolvimento sustentável e o apoio entusiasmado à cultura fazem parte da atuação responsável da 3M no Brasil há décadas. Patrocinamos esta etapa do projeto Cinesolarzinho por tocar nas duas teclas, democratizando o acesso ao cinema para as comunidades de Manaus com a força da energia renovável”, conta Luiz Serafim, Head de Marca da 3M.

CineSolar. Foto: Divulgação

O documentário

‘Não Pareço Cientista’, lançado pela 3M, aborda estereótipos negativos e a necessidade de maior diversidade, equidade e inclusão nas áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (Stem).

Produzido em parceria com a Generous Films e a Associação Americana para o Progresso da Ciência (American Association for The Advancement of Science – AAAS), com direção do documentarista colombiano Julio Palacio e produção de Christine Arena, o documentário conta a história de quatro mulheres cientistas que desafiaram padrões e enfrentaram a discriminação para se destacar em campos de ciência.

Com a ideia de transmitir uma mensagem de esperança e inspiração para as gerações futuras se tornarem cientistas e embaixadoras no tema, o filme foi inspirado pelas descobertas da última edição do Índice do Estado da Ciência – State of Science Index, estudo global da empresa respondido por 17 mil pessoas de 17 nacionalidades, que apontou que meninas e mulheres continuam a enfrentar obstáculos e barreiras na educação científica.

O levantamento revelou que globalmente 59% das pessoas acreditam que mulheres são mais desencorajadas a buscar uma educação científica do que homens, e 87% concordam que é necessário fazer mais para incentivar e manter meninas engajadas na educação científica.

Com o mesmo objetivo, a Unesco Brasil está desenvolvendo o projeto #EDUCASTEM2030, que visa contribuir para a sensibilização e transformação de meninas e meninos por meio de uma abordagem pedagógica nas escolas e a formação de docentes nos temas de Stem. As diferenças de gênero em detrimento de meninas na participação na educação em Stem já são visíveis desde a educação infantil e se tornam ainda mais evidentes nos níveis de ensino subsequentes.

E, desde julho de 2022, o #EDUCASTEM2030 conta com o reforço do CineSolar que, durante as sessões de cinema pelo país, exibe um curta-metragem e aborda o tema entre o público. A igualdade de gênero é uma prioridade global da Unesco e está ligada de forma indissociável aos seus esforços para promover o direito à educação e para apoiar a realização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Oficinema Solar

Além das sessões de cinema, o CineSolarzinho realiza diversas oficinas que integram arte, tecnologia e sustentabilidade, e difundem práticas sustentáveis para o dia a dia, desde a separação dos lixos à reutilização de materiais recicláveis.

Em Manaus, o projeto contempla três encontros da Oficinema Solar (presencial e on-line), que utiliza a linguagem audiovisual, jogos cooperativos e a educação ambiental, com crianças e jovens estudantes da Escola Estadual Samuel Benchimol, Casa Mamãe Margarida e ADCAM – Escola do Futuro.

Oficinema Solar. Foto: Divulgação

No encontro são abordados temas da permacultura, agroecologia, bioconstrução, a Carta da Terra, além de produção de vídeo e os ODS propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU). Todas as ações são gravadas, um filme é produzido com os participantes, editado pela equipe do CineSolarzinho e tem sua ‘estreia mundial’ durante a sessão de cinema para a comunidade local.

“As oficinas são atividades complementares, com uma linguagem muito simples e didática que dialoga de forma lúdica com as crianças e jovens da região. Com ações em conjunto com a Unesco Representação Brasil, o projeto CineSolar ajuda o planeta cumprindo 10 dos 17 ODS e colocando o público ainda mais em contato com os temas de sustentabilidade e energia renovável, além de arte e cultura”, destaca Cynthia Alario.

PROGRAMAÇÃO MANAUS

Sessões de Cinema
Entrada: gratuita
Atrações: pipoca e estação móvel de ciências, arte, tecnologia, sustentabilidade e cultura de paz

Quinta-feira (6/10)

Horários: 18h – Sessão de curtas-metragens / 19h – Filme: ‘Não Pareço Cientista’
Local: Casa Mamãe Margarida – Rua Penetração II, 249 – São José Operário – Zona Leste

Sexta-feira (7/10)

Horários: 18h – Sessão de curtas-metragens / 19h – Filme: ‘Não Pareço Cientista’
Local: Escola Estadual Samuel Benchimol – Rua Secundária Oito, s/n – Nova Cidade – Zona Norte

Sábado (8/10)

Horários: 18h – Sessão de curtas-metragens / 19h – Filme: ‘Não Pareço Cientista’
Local: Comunidade Maria Auxiliadora – Rua Rio Dimiti, 27 – São José Operário 3- Zona Leste

10 de outubro (segunda-feira)

Horários: 18h – Sessão de curtas-metragens / 19h – Filme: ‘Não Pareço Cientista’
Local: Escola Municipal Honorina Vasconcelos – Rua 7, s/n – São José 2 – Zona Leste

11 de outubro (terça-feira)

Horários: 14h – Sessão de curtas-metragens / 15h – Filme: ‘Não Pareço Cientista’
Local: ADCAM – Escola do Futuro – Rua Leonora Armstrong 9 – São José 4 – Zona Leste

12 de outubro (quarta-feira)

Horários: 18h – Sessão de curtas-metragens / 19h – Filme: ‘Não Pareço Cientista’
Local: Igreja Nossa Senhora do Carmo – Rua Chade, esquina com Rua Biblos, s/n – Nova Cidade – Zona Norte

13 de outubro (quinta-feira)

Horários: 18h – Sessão de curtas-metragens / 19h – Filme: ‘Não Pareço Cientista’
Local: Espaço Infante Cultural – Rua Edward Costa, 100 – Zona Centro-Sul

COMPARTILHE