Manaus, 3 de julho de 2022

Música

Grupo amazonense ‘Vocal Wonder’ incentiva talentos musicais Grupo amazonense ‘Vocal Wonder’ incentiva talentos musicais

Grupo amazonense ‘Vocal Wonder’ incentiva talentos musicais

Grupo musical de jovens nasceu em 2018.

Por Júlia Rodrigues

O grupo musical de jovens amazonenses ‘Vocal Wonder’ nasceu em 2018, com o objetivo de ‘cantar arte’, apoiar os artistas locais e dar oportunidades aos talentos desconhecidos. ‘Wonder’ significa ‘maravilha’ e todos os integrantes têm uma relação especial e pessoal com a música.

O líder do grupo, Queni Lopes, acredita que a música é uma das maravilhas da vida.

“Queremos que esse grupo seja uma forma de mostrar o potencial vocal do Norte para o próprio povo, para que eles também se maravilhem com o cenário musical, que nos ajudem a desbravar esse som e, quem sabe, mais lá na frente representar nossa terrinha ou Brasil/mundo afora”. disse o vocalista.

Foto: Divulgação

Queni Lopes é um dos vocalistas do grupo e começou a cantar aos 13 anos de idade, por influência da família.

“Cresci rodeado por cantores e fui me encantando cada vez mais pela arte e eu nunca pensei que isso tomaria uma proporção tão grande na minha vida. Participei de vários grupos musicais, onde pude aperfeiçoar o que, até então, era só uma ‘diversão’. Foi quando criei um canal no YouTube fiz dessa ferramenta meu palco”, diz.

A criação do canal na plataforma do YouTube resultou também no pontapé para o nascimento do Vocal Wonder. O grupo tem um repertório diverso, sem um estilo definido. As músicas são escolhidas a dedo e precisam passar uma mensagem para quem escuta e ter um significado marcante.

Foto: Divulgação

Projetos

O projeto mais recente do grupo amazonense foi a gravação do clipe de ‘A começar em Mim’, de ‘This is me’, e a primeira ação social que foi realizada na Casa Miga, unidade de apoio ao grupo LGBTQI+ e refugiados em Manaus.

Para 2021 o Vocal Wonder planeja fazer shows, além de lançar músicas autorais e novos videoclipes. Os músicos também esperam realizar ações sociais em diversas instituições de caridade, como abrigos, orfanatos, asilos e casas de apoio ao público LGBTQI+ e em Organizações não Governamentais (Ongs) que resgatam das ruas e realizam o processo de adoção de cães e gatos.

Foto: Divulgação

Ficha técnica

Sopranos:
Quéren Hapuque
Denize Marialva
Daniela Marques
Rebeca Navarro
Contratenor:
Queni Lopes
Mezzo: Queren Nicole

Contralto:
Valeska dos Santos
Alice Melo
Ludmylla Dantas

Tenores:
Airton Martins
Alexsander Martins
Edilson Cardoso
Matheus Patrício

Barítonos:
Ronaldo Nascimento
Ezequiel Michiles
Violão:
Filipe Silva
Teclado:
Luis Weliton
Marketing e Mídia: Edely Beatriz e Michael Pessoa

COMPARTILHE