Manaus, 30 de novembro de 2022

Música

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução Foto: Reprodução

A história de ‘Tic Tic Tac’, música famosa na voz de Zezinho Corrêa

Hit internacional explodiu nos anos 1990, com a Banda Carrapicho.

Por Stephane Simões

A toada ‘Tic Tic Tac’, composta pelo parintinense Braulino Lima, nasceu em 1993. A música virou hit internacional na voz de Zezinho Corrêa, da Banda Carrapicho, que apresentou a cultura amazonense mundo a fora.

Como líder da banda, Zezinho Corrêa levou o boi-bumbá, ritmo genuinamente amazonense, a vários continentes do mundo, com a explosão da música. O artista faleceu neste sábado (6/2), vítima de complicações da Covid-19.

Ao Portal Edilene Mafra, Braulino contou que a letra da música surgiu em 1993, durante uma de suas viagens de pescaria. O lugar possuía todas as características que ele retrata na toada. “As barrancas de terras caídas faz barrento o nosso rio mar”, de acordo com ele.

“Eu fiz uma viagem de pescaria. E, quando eu voltei pra casa, aquele lugar ficou muito na minha cabeça, o rio de águas barrentas, as terras caídas. Foi quando resolvi escrever a toada”, contou.

Braulino falou, ainda, que o ‘Tic Tic Tac’, que dá nome à toada, refere-se ao som emitido pelas caixinhas, instrumento musical considerado tradicional por dar ritmo ao boi-bumbá. Apesar de ter sigo composta em 1993, a toada só foi gravada pela Banda Carrapicho anos depois, em 1996.

No especial ‘Eternamente Zezinho’, exibido pela Rede Amazônica, na noite deste sábado, o cantor da Banda Carrapicho contou que conheceu a música durante a exibição de uma matéria sobre o Festival de Parintins, no ‘Fantástico’, da Rede Globo.

Banda Carrapicho no programa da Hebe Camargo. Foto: Reprodução

“Todos os anos, o ‘Fantástico’ costumava exibir matérias especiais sobre o Festival. E eu me lembro de um dos trechos, em que aparecia o ‘seu’ Braulino torrando farinha e cantarolando ‘bate forte o tambor. Eu quero é tic tic, tic tic tac’. Aquilo me chamou atenção, e eu pensei: ‘um dia eu vou gravar essa música'”, disse, em depoimento.

A música, então, foi gravada e lançada pela Banda Carrapicho em 1996, no álbum ‘Festa do Boi Bumbá’.

O produtor francês Patrick Bruel ouviu a toada sendo interpretada pelo grupo e decidiu lançar a versão na França. Posteriormente, a toada se tornou um dos maiores sucessos na Europa e no Brasil, chegando a ficar na posição 34 das 100 músicas mais tocadas na França.

O sucesso da banda em terras brasileiras rendeu a venda de milhões de discos, o que levou o Carrapicho ao palco de programas como ‘Domingo Legal’ e ‘Domingão do Faustão’, além do programa apresentado por Hebe Camargo.

Tic Tic Tac (letra)

Bate forte o tambor, eu quero é tic, tic, tic, tic, tac
Bate forte o tambor, eu quero é tic, tic, tic, tic, tac
É nessa dança que meu boi balança e o povo de fora vem para brincar
É nessa dança que meu boi balança e o povo de fora vem para brincar
As barrancas de terras caídas faz barrento o nosso rio mar
As barrancas de terras caídas faz barrento o nosso rio mar
Amazonas, rio da minha vida, imagem tão linda que meu Deus criou
Fez o céu, a mata e a terra, uniu os caboclos, construiu o amor
Fez o céu, a mata e a terra, uniu os caboclos, construiu o amor

Veja o clipe:

COMPARTILHE