Manaus, 13 de julho de 2024

Gastronomia

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Veganismo: confira dicas para a alimentação

Dicas são da nutricionista Livia Ribeiro, do Pátio Gourmet.

Com informações da assessoria

O veganismo é uma tendência de consumo. A nutricionista Livia Ribeiro, do Pátio Gourmet, listou discas para quem pensa em fazer a transição para o estilo de vida.

Conforme a nutricionista, a transição para o veganismo pode ser feita de forma gradual e planejada. No entanto, é preciso, inicialmente, conhecer e aprender sobre o tema, as razões éticas, ambientais e de saúde.

Foto: Divulgação

CONFIRA AS DICAS

  • Acompanhamento profissional

Também é necessário entender os alimentos e ingredientes adequados à nova alimentação. “Busque um profissional para auxiliar nessa mudança. Revise sua dieta atual e identifique os alimentos e produtos de origem animal que você consome regularmente. Junto com o profissional, entenda se possui alguma deficiência de nutriente e adeque o planejamento alimentar conforme suas necessidades diárias”, orientou Lívia Ribeiro.

  • Substituição de alimentos

O passo seguinte é fazer a substituição para alimentos veganos, como trocar o leite de vaca por leites vegetais; incorporar alimentos veganos na alimentação atual; experimentar novas receitas à base de plantas para descobrir preferências.

“Também é necessário elaborar um plano de refeições para a semana, incluindo proteínas, grãos, legumes e vegetais variados. E faça uma lista de compras com base nesse plano”, destacou. “Na hora de comprar é essencial ler os rótulos dos produtos para garantir que não contenham ingredientes de origem animal”, ressaltou.

Os veganos também escolhem uma nova dieta para reduzir riscos de doenças crônicas e cardíacas.

  • Paciência

Lívia diz ainda que são necessários outros ingredientes bastante pessoais: paciência e autocompaixão. “A transição pode ser desafiadora e é normal cometer erros. Seja paciente consigo mesmo e faça as correções necessárias”, disse.

O QUE É VEGANISMO

O veganismo é um estilo de vida e filosofia que busca eliminar o consumo e exploração de animais, em todas as áreas. Sua manifestação mais explícita é na escolha da alimentação.

“O veganos fazem escolhas éticas em sua alimentação, estilo de vida e consumo. É importante notar que o grau de compromisso e as razões individuais para adotar o Veganismo podem variar, mas o cerne dessa filosofia é o respeito aos direitos dos animais e a minimização do impacto ambiental”, explicou nutricionista Lívia Ribeiro.

Entre esses vários motivos e razões estão o impacto ambiental, uma vez que a produção de origem animal está associada a emissões de gases de efeito estufa, desmatamento, uso excessivo de recursos e poluição.

Nutricionista Livia Ribeiro. Foto: Divulgação

O VEGANISMO TRAZ RISCOS?

De acordo com a nutricionista, existem algumas concepções errôneas a respeito do Veganismo. Uma delas é que a alimentação não fornece proteínas adequadas. Mas elas podem ser obtidas de fontes vegetais, como leguminosas, nozes, sementes, tofu e produtos à base de plantas.

Outra é o risco de deficiência de nutrientes como vitamina B12, ferro e cálcio. No entanto, é possível obter esses nutrientes por meio de suplementos e alimentos fortificados.

“Algumas pessoas pensam também que a alimentação vegana é sem sabor, mas com a variedade ervas, especiarias e técnicas culinárias disponíveis é possível uma alimentação rica e saborosa”, afirmou a especialista.

Para Lívia Ribeiro, é importante reconhecer que o Veganismo pode ser uma escolha saudável e sustentável, desde que seja planejado adequadamente para atender às necessidades nutricionais.

“É importante para quem faz essa escolha, manter o compromisso com seus princípios éticos e ambientais, à medida que ajusta sua dieta e estilo de vida”, observou.

COMPARTILHE

error: Este conteúdo está protegido!