Manaus, 12 de julho de 2024

Festa do Cupuaçu

‘Festa do Cupuaçu 2023’ e Feira da Agroindústria devem movimentar mais de R$ 5 milhões ‘Festa do Cupuaçu 2023’ e Feira da Agroindústria devem movimentar mais de R$ 5 milhões

‘Festa do Cupuaçu 2023’ e Feira da Agroindústria devem movimentar mais de R$ 5 milhões

Eventos acontecem, simultaneamente, neste fim de semana.

A 31ª Festa do Cupuaçu e a XXV Feira da Agroindústria, Negócios e Economia Criativa devem gerar uma receita de R$ 5.371.920,00 em Presidente Figueiredo, no Amazonas. Os eventos acontecem, simultaneamente, neste fim de semana, nos dias 28, 29 e 30 de julho de 2023.

O valor inclui faturamento da rede hoteleira, barracas e ambulantes, setor de alimentação fora do lar, comércio local e visitas a atrativos turísticos.

A prefeita Patrícia Lopes afirma que a Festa do Cupuaçu e a Feira da Agroindústria, Negócios e Economia Criativa são eventos de extrema importância para o município, porque geram oportunidades de negócios, criação de empregos e melhoria na renda de empreendedores locais e regionais, que participam do evento.

“Além da contratação de equipes de segurança, atrações culturais, fornecedores de infraestrutura e logística, ambulantes, permissionários e barracas, criam oportunidades de trabalho temporário e estimulam a economia local. Os eventos, também, incentivam o comércio ao redor da Festa, como hotéis, pousadas, restaurantes, bares e lojas, gerando um impacto positivo nas receitas desses estabelecimentos, contribuem para a proteção do meio ambiente e para a conscientização da comunidade e dos visitantes sobre a importância da sustentabilidade”, destaca a prefeita Patrícia Lopes.

Estudo de viabilidade

Estudo elaborado pelo Serviço de Apoio às Pequenas e Médias Empresas do Amazonas (Sebrae-AM) e divulgado nesta quarta-feira (19/07), pela prefeita Patrícia Lopes, anfitriã dos dois eventos, que conta com apoio do governo do Estado e parceiros da iniciativa privada, atesta a viabilidade econômica do evento.

Os investimentos para a realização da Festa do Cupuaçu e da XXV Feira da Agroindústria, Negócios e Economia Criativa, estão estimados em, aproximadamente R$ 4 milhões, feitos com recursos próprios da prefeitura, governo do Estado, emendas parlamentares e patrocínio privado.

O secretário Municipal de Cultura e Eventos (Semculte), Zandem Ferreira, reforça que os dois eventos, além de apresentar um bom retorno financeiro, contribuem para o fortalecimento da identidade cultural, estimulando o turismo local e promovendo práticas sustentáveis.

“Essa combinação de fatores tornam a festa e a feira, não apenas eventos rentáveis, mas também uma iniciativa socialmente responsável e economicamente benéfica para o município e região”, afirma.

Para o secretário Municipal de Planejamento Mardem Santos, o impacto econômico, positivo dos dois eventos, poderá ser medido, a partir do aumento do fluxo turístico e o consequente aumento nas vendas de produtos e serviços na região, tanto durante os dois eventos, quanto em períodos subsequentes.

Mardem Santos aponta, ainda, o reflexo positivo no fortalecimento da imagem de Presidente Figueiredo, como destino turístico, atraindo mais visitantes e investimentos para o município.

“Esse retorno pode ser medido, não apenas pelos ganhos financeiros diretos, mas, também, pelos benefícios indiretos, como a criação de empregos, o fortalecimento da economia local, a preservação cultural e ambiental, além da melhoria na qualidade de vida dos figueiredenses, porque, um investimento bem sucedido no turismo, impulsiona o crescimento econômico e social, sendo um importante catalisador para o desenvolvimento sustentável”, destaca Mardem Santos.

A estimativa de público para os três dias de eventos em Presidente Figueiredo, apontada no estudo do Sebrae-AM, é de aproximadamente 100 mil pessoas.

Aquecimento da economia

No ano passado, 118 empreendedores, dos setores como gastronomia, confecção e vestuário, armarinho e variedades, doces, hospedagem, entre outros, participaram dos três dias de eventos. Este ano, estão credenciados 329 empreendedores, entre ambulantes, barraqueiros e permissionários, o que representa um aumento de aproximadamente 178% em relação ao ano anterior.

De acordo com o secretário municipal de Turismo, Comércio e Empreendedorismo (Semtec), Edvan Carias, essa maior adesão de empreendedores está relacionada ao sucesso e reconhecimento que a Festa do Cupuaçu e a Feira de Agronegócios alcançou no ano passado, bem como aos benefícios econômicos e visibilidade proporcionados.

“Esse crescimento representa uma oportunidade significativa para os empreendedores locais expandirem seus negócios, gerarem mais receita e contribuírem para o desenvolvimento econômico do município de Presidente Figueiredo. Além disso, o aumento na participação de empreendedores também indica o crescente reconhecimento e sucesso do evento, que continua a atrair mais pessoas e impulsionar o turismo e o comércio locais”, destaca.

A rede hoteleira de Presidente Figueiredo tem 3.930 acomodações, entre hotéis, pousadas e camping. A taxa de ocupação média de 35% de segunda a sexta, exceto feriados, e de 60% nos finais de semana. No período da Festa do Cupuaçu a ocupação é 100% nos hotéis e pousadas da sede e 80% nos campings.

A estimativa de faturamento dos meios de hospedagem, este ano, ultrapassa os R$ 520 mil, durante os três dias de evento, cerca de R$ 292 mil a mais que nos fins de semana, quando a taxa de ocupação é maior.

Estimativa de faturamento dos Campings, este ano, é de R$ 88.320,00, levando em consideração a capacidade total de 1.840 vagas nos campings, a ocupação de 55% durante os finais de semanas normais e 80% durante o evento, e uma estadia de três dias com o valor de R$ 20, por pessoa.

A estimativa de faturamento do comércio Local, como lojas, restaurantes, bares e outros negócios locais, no entorno dos locais dos eventos, durante os três dias da Festa do Cupuaçu, é de R$ 700 mil. As receitas advindas do faturamento do comércio local, desempenham um papel essencial na sustentabilidade e no crescimento do evento.

A previsão dos proprietários de cachoeiras e balneários de Presidente Figueiredo é de aumento significativo no número de visitantes, interessados em explorar as belezas naturais e as atrações turísticas do município, durante os três dias da Festa do Cupuaçu e da Feira da Agroindústria. A expectativa é faturar R$ 120 mil, R$ 80 mil a mais do que faturam nos fins de semana.

As receitas geradas impulsionam a conservação e a preservação dos atrativos, contribuindo para sua sustentabilidade a longo prazo.

COMPARTILHE

error: Este conteúdo está protegido!