Manaus, 16 de agosto de 2022

Cultura

Foto: Aguilar Abecassis
Foto: Aguilar Abecassis Foto: Aguilar Abecassis

Confira a lista de artistas nacionais que vão se apresentar no Amazonas Green Jazz Festival 2022

Amazonas Band, anfitriã do evento, será uma das atrações.

Com informações da assessoria

O Teatro Amazonas, no Centro Histórico de Manaus, recebe a 10ª edição do Amazonas Green Jazz Festival. Atrações nacionais e internacionais compõem o line-up. Entre os representantes brasileiros está a Amazonas Band, que é a anfitriã do evento e terá regência do diretor artístico do festival, Rui Carvalho.

A Amazonas Band é considerada uma das principais representações artísticas do Estado, o grupo possui mais de 22 anos e já lançou os CDs ‘Amazonas Jazz com Vinicius Dorin’ e ‘Amazonas Band convida Gilson Peranzzetta e Mauro Senise’. Além disso, já tocou com grandes nomes mundiais da música instrumental.

Teatro Amazonas. Foto: Aguilar Abecassis

Atrações nacionais

Confira a lista com todos artistas nacionais, que vão participar do Amazonas Green Jazz Festival:

  • Amazonas Band
  • Corpo de Dança do Amazonas
  • Coreógrafo Rui Moreira
  • Cantora e pesquisadora manauara, Karine Aguiar
  • Saxofonista Marcelo Coelho
  • Rapper Kamau
  • DJ Raffa Santoro
  • Multi-instrumentista e compositor brasileiro Felipe Salles
  • Duo formado pelo pianista Gilson Peranzzetta com o saxofonista e flautista Mauro Senise
  • Guitarrista, compositor e arranjador, Bruno Mangueira e seu quarteto
  • Trio Corrente, formado pelo baterista Edu Ribeiro, o pianista Fábio Torres e o contrabaixista Paulo Paulelli
  • Trio de pianistas formado por Amilton Godoy, Edu Ribeiro e Sidiel Vieira
  • Músico Daniel D’Alcântara
  • Cantora, pianista e compositora Leila Pinheiro

APRESENTAÇÕES

22 de julho (sexta-feira)

A Amazonas Band se apresentará na abertura do festival de jazz, dia 22 de julho (sexta-feira), a partir das 20h30, com o trompetista e compositor americano, Ed Sarath.

Juntos, eles farão o espetáculo ‘Ritos de Passagens’ com uma apresentação do Corpo de Dança do Amazonas, que fará uma coreografia inédita, baseada em um ritual ticuna, sob comando do coreógrafo de Porto Alegre, Rui Moreira, além da participação especial do saxofonista e compositor, Marcelo Coelho.

23 de julho (sábado)

No segundo dia, 23 de julho (sábado), a cantora e pesquisadora manauara, Karine Aguiar, se apresenta com o seu Jungle Jazz Ensemble. Especialista em Ecomusicologia, Karine tem compartilhado os resultados de suas investigações sobre a música da Amazônia em importantes instituições mundiais. Atualmente, reside na Itália onde é vocal coach do Gen Rosso International Performing Arts Group.

24 de julho (domingo)

Entre as atrações do line up nacional, no dia 24 de julho (domingo), o saxofonista Marcelo Coelho volta à cena com McLAV.In, ao lado do rapper Kamau, autor do reconhecido álbum ‘Non Ducor Duco’, e do DJ Raffa Santoro, símbolo do rap brasileiro há 40 anos. Juntos, eles levarão a união do rap e do jazz pela primeira vez ao palco do Teatro Amazonas.

Neste dia, a Amazonas Band também se apresenta com o trompetista, compositor e arranjador norte-americano, Daniel Barry, junto com o multi-instrumentista e compositor brasileiro, radicado nos EUA, Felipe Salles.

25 de julho (segunda-feira)

Talentos amazonenses da música instrumental farão a final do concurso Jovem Instrumentista na segunda-feira, dia 25 de julho (segunda-feira), com entrada gratuita no Teatro Amazonas. Nesse dia, os ganhadores da disputa serão reconhecidos e homenageados.

26 de julho (terça-feira)

Na terça-feira, 26 de julho, o show nacional será comandado pelo duo formado há mais de 30 anos pelo pianista Gilson Peranzzetta com o saxofonista e flautista Mauro Senise. A dupla é considerada uma das principais referências da música instrumental brasileira e possui mais 13 CDs lançados.

Na mesma noite, outro artista nacional do Amazonas Green Jazz Festival será o guitarrista, compositor e arranjador, Bruno Mangueira e seu quarteto.

27 de julho (quarta-feira)

Já no dia seguinte, 27 de julho, quem entra em cena é o Trio Corrente, formado pelo baterista Edu Ribeiro, o pianista Fábio Torres e o contrabaixista Paulo Paulelli. O grupo já levou um Grammy Awards e um Latin Grammy, ao lado do pianista americano Chick Corea, ambos em 2014.

A Amazonas Band também sobe ao palco neste dia com uma apresentação especial com o trompetista que acumula seis troféus e 19 indicações ao Grammy Awards, Randy Brecker (EUA). O show terá ainda a participação do saxofonista, flautista e compositor paulista, Rodrigo Ursaia, que é mestre em Jazz Performance – Saxofone, pela Manhattan School of Music, em Nova Iorque.

28 de julho (quinta-feira)

No dia 28 de julho, o público vai acompanhar o trio formado por um dos maiores pianistas brasileiros de todos os tempos, Amilton Godoy, Edu Ribeiro e Sidiel Vieira.

29 de julho (sexta-feira)

No penúltimo dia do evento, 29 de julho, o talento brasileiro será o músico Daniel D’Alcântara, um dos grandes nomes do trompete brasileiro na atualidade, que se apresentará com o seu quinteto.

30 de julho (sábado)

A diva da bossa nova, a cantora, pianista e compositora com mais de 40 anos de carreira, Leila Pinheiro, fará o show de encerramento do festival, dia 30 de julho, com a Amazonas Band. Ela é responsável por mais 19 CDs e três DVDs, e já atuou com grandes nomes, como Tom Jobim, Chico Buarque e Toninho Horta.

Amazonas Green Jazz Festival

A programação completa do evento está disponível aqui. Outra atividade do festival serão os workshops e palestras gratuitas que os artistas do evento farão em Manaus, com inscrições por meio do site Sympla. Confira os links de inscrição e saiba mais aqui.

Quem garantiu os passaportes para a edição de 2020 pode utilizá-los neste ano.

Os novos ingressos podem ser adquiridos na bilheteria do Teatro Amazonas e no site Bilheteria Digital com valores que variam de R$ 30 a R$ 100.

O Amazonas Green Jazz Festival tem patrocínio master do Instituto Cultura Vale, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, apoio da da Embaixada dos Estados Unidos, e o hotel oficial é o Juma Ópera.

COMPARTILHE